Eleições 2020

Mesária é presa por suspeita de boca de urna em Goiânia

A mesária foi detida após entregar santinho de campanha a um eleitor

diario da manha
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Neste domingo (15), durante a votação do primeiro turno das eleições municipais de 2020 uma mesária foi presa em Goiânia. De acordo com diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, Wilson Gamboge Júnior, a suspeita é de prática de boca de urna.

Wilson Gamboge não informou a identidade da suspeita ou o nome local onde ela operava como mesária. Segundo as informações ela teria entregado um “santinho” de um candidato a um eleitor dentro de uma seção eleitoral no Jardim Nova Esperança.

De acordo com o diretor do TRE-GO, a mulher foi conduzida à Central de Flagrantes do 1º DP, em Goiânia e a audiência sobre o caso já foi realizada.

Conforme a resolução n.º 23.404/2014 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é crime realizar qualquer tipo de publicidade de partidos políticos ou de candidatos no dia da eleição. Wilson Camboge afirmou que uma punição com multa ou prestação de serviços poderá ser aplicada.

Além dela, outras quatro pessoas foram presas até o momento por crimes eleitorais em Goiás.

Comentários