Eleições 2020

Roller para Daniel Vilela no Twitter: “MDB sentou no colo do PSDB e marconismo”

Ex-prefeito e ex-deputado, secretário de Governo publicou: “MDB, receba minhas escusas, pois ajudei a eleger um presidente que (jamais imaginei) sentou no colo do marconismo”

diario da manha

Os últimos diálogos de Daniel Vilela, presidente do MDB goiano, voltados a enaltecer o PSDB têm deixado estupefatos emedebistas e mesmo ex-emedebistas goianos.

Nesta sexta-feira, 16, o secretário Ernesto Roller (Governo) se “desculpou” nas redes sociais por ter “ajudado” a eleger alguém que levaria a legenda para o PSDB.

O MDB irista jamais fez qualquer movimento para se aproximar do marconismo.  Até então o comportamento dos vilelas era uma incógnita.  

A desculpa de Roller no Twitter se refere ao fato dele ter apoiado a candidatura de Daniel para a presidência do MDB goiano quando era deputado estadual.

Nas últimas semanas, Daniel tem se dedicado a fazer campanha para candidatos do MDB e PSDB. Na semana passada, por exemplo, ele esteve em Goianésia, onde declarou que está disposto a ser o que Otavinho Lage, ex-prefeito do PSDB no município, desejar. Em evento público, em que declara apoio aos tucanos, Daniel disse que deseja até carregar pasta para Otavinho em 2022 – ou ser “seu vice”.

A questão estava encerrada até Roller usar o Twitter para compartilhar uma opinião do blogueiro Cloves Reges, que denunciou perseguição do MDB em Goianésia: mesmo com a candidatura do prefeito Renato Castro, o partido optou em lançar outro nome, exatamente para punir o gestor, por ele ter apoiado o governador Ronaldo Caiado em 2018.  

No caso de Goianésia, a articulação ganhou ares de vendeta: o MDB deixou expirar o prazo para o prefeito buscar outro partido e, de repente, negou o registro de sua candidatura à reeleição. Castro era favorito na disputa.

Leréia  

Após o compartilhamento, Daniel disse na timeline do twitter de Roller que desejava “relatar alguns gestos de humildade e apreço que já fiz por vc”.

Roller então se desculpou: “MDB, receba minhas escusas, pois ajudei a eleger um presidente que (jamais imaginei) sentou no colo do marconismo”.

Os tucanos acompanham também intrigados as publicações. “Todo elogio é bem vindo. Daniel reconhece nosso legado”, disse um deputado, que também estranha o avanço “muito rápido” para um “namoro firme”.

 

Vídeo em que Daniel Vilela pede votos para o tucano Carlos Leréia, ex-deputado federal
e candidato a prefeito

O legislador que pede anonimato compartilhou um vídeo em que Daniel Vilela pede votos para Carlos Leréia, candidato em Minaçu (GO). Considerado o deputado mais leal ao ex-governador Marconi Perillo, Lereia perdeu as eleições em 2016 e tenta agora obter êxito na disputa do executivo. No vídeo Vilela elogia o “ex-deputado” e aparece ao lado do número 45 do PSDB.   

Leréia é conhecido por ter sido punido em 2014 quando anunciou que era amigo de Carlos Cachoeira. No ano passado, o Ministério Público Federal condenou Leréia por atos de improbidade administrativa.    

Comentários