Economia

Gastos em campanhas aumentaram cerca de 261,7% em 2020

Deputados tiveram gastos acima da média com campanhas em 2020

diario da manha

Cerca de 70 deputados disputaram as eleições municipais de 2020. Com o fim da campanha, os gastos desses políticos com divulgação de atividade parlamentar cresceram em média 261,7%. No total, desembolsaram R$ 6 milhões apenas em novembro e dezembro.

Contudo, com base no Portal da Transparência da Câmara dos deputados foi identificada que a alta é superior à observada em relação aos parlamentares que não foram candidatos a prefeito ou vice-prefeito. Os mesmos cresceram cerca de 192,9% na mesma comparação.

Entretanto, os deputados que se candidataram, as médias não foram calculadas. Isso porque as regras da Casa impedem que gastos sejam ressarcidos durante a campanha. Assim, para o período antes das eleições municipais, a soma de despesas com divulgação foi dividida pelo total de meses em que houve gastos para cada parlamentar. A mesma lógica foi aplicada para os investimentos após as eleições.

Sobre o aumento absoluto

Eleita para o cargo de segunda secretária da Mesa Diretora, Marília Arraes (PT-PE) registrou gasto médio de R$ 11,4 mil com divulgação de atividade parlamentar até a eleição e apresentou despesas de R$ 228,8 mil após o pleito, o que corresponde a um aumento de 3.904%. Marília, que ficou em segundo lugar na corrida pela Prefeitura de Recife em 2020, foi a primeira em gasto absoluto.

O segundo parlamentar com o maior aumento absoluto no total de gastos nessa rubrica foi o ex-deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-AP). Ele desembolsou R$ 5,4 mil antes das eleições e R$ 154,2 mil depois, diferença de quase R$ 150 mil.

Comentários