Economia

Vinho e network: uma combinação cada dia mais atual

LIDE Futuro Goiás promove interação entre filiados em adega na capital

diario da manha

A cada dia o brasileiro tem apreciado um bom vinho. No primeiro semestre deste ano, o consumo per capita de vinhos chegou a 2,37 litros por pessoa com idade acima de 18 anos. Em 2019, era de 2,31 litros por habitante.

O consumo aumentou no país devido à pandemia, mas a bebida tem se destacado das demais, por marcar presença nos eventos do mundo corporativo e para o desenvolvimento de networking.

Em Goiás
Para desenvolver conexões e estabelecer contatos pessoais e profissionais, os filiados do LIDE Futuro se reuniram para o LIDE Futuro Experience na Reserva 35, no setor Marista, em Goiânia. Para o sócio da loja, Ibrahim Facuri, na prática, o vinho gera muito network. O evento seguiu todos os protocolos recomendados pelo OMS neste momento de pandemia.

Além de fazer uma volta ao mundo degustando os vinhos que já estão no mercado, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer o vinho libanês Ishtar Domus, exclusivo da Reserva 35.

Segundo o sommelier da casa, Agnaldo Antônio de Freitas Júnior, o consumo de vinho está em uma crescente e ganhando espaço de alguns destilados. “Grande parte dos clientes é do mundo corporativo. Muitos se unem e criam confrarias para se divertir e também falar de negócios. O vinho a cada dia ganha um espaço mais sólido neste universo empresarial e na construção de contatos”, explica.

O local

A Reserva 35 é uma sofisticada casa de vinhos e outras bebidas com mais de dois mil rótulos diferentes apenas de vinhos e comercializa rótulos de mais de 30 países, como Argentina, África do Sul, Austrália, Chile, Estados Unidos, Espanha, Portugal, França, Alemanha, Brasil, Líbano, Itália, Eslovênia, Uruguai, Nova Zelândia e Israel.

Apesar da grande oferta de vinhos importados, os produtos brasileiros têm um cantinho especial. Os preços variam de R$ 14,90 a R$ 7,9 mil, comprovando que as bebidas estão acessíveis a todos.
A Reserva 35 fica na Rua 1.137 nº 35, no Setor Marista, em Goiânia.

Comentários