DM Autos

Honda WR-V ganha estilo e vida própria na linha 2021. Teste

Andamos na versão mais completa EXL que se destaca pelo conforto.

diario da manha

O Honda WR-V chegou ao mercado em 2017 e aos poucos foi se descolando da imagem do Fit, do qual herdou algumas características, como o generoso espaço interno. Para não dizer que nasceu apenas com vínculos com seu irmão menor, o SUV compacto beliscou também do HR-V boas razões para cair no agrado dos consumidores.

Desde o seu lançamento, o Honda WR-V vem se garantindo no mercado e mostrando que é capaz de ter vida própria.  O SUV com estilo de crossover não é o bam-bam-bam de vendas no seu segmento, mas já fez história conquistando consumidores cativos.

Com o modelo 2021, o SUV de espaço interno surpreendente dá um passo importante para conquistar seus próprios caminhos.

Agora, na linha 2021, o WR-V, que pode ser chamado de crossover por ter uma suspensão mais elevada e resistência para rodar em pisos irregulares, passou por uma renovação visual. Além disso, ganhou mais equipamentos de segurança e comodidade, traz nova versão de entrada LX e integra a nova cor Azul Cósmico Metálico.

Mudanças sutis

As mudanças foram sutis, porém marcantes nos seus detalhes. Na frente recebeu nova grade com desenho horizontal e uma área cromada afilada, para-choque redesenhado e faróis com projetores de iluminação por LEDs, assim como os faróis de neblina. As luzes diurnas são também em LEDs com DRL e estão presentes também na versão LX.

A traseira ostenta um novo para-choque, agora maior, o que deixou o WR-V 67 mm mais comprido, somando agora 4.067 de comprimento. As demais medidas permanecem no modelo 2021, inclusive o entre-eixos de 2.555 mm. Na altura mede 1599 mm e na largura 1.734 mm.

O sistema Magic Seat foi mantido. Ele permite configurar os bancos de maneira a transportar objetos volumosos.

Assim como o conjunto de iluminação dianteiro, as lanternas traseiras também trazem LEDs. Apenas as versões mais completas EX e EXL têm LEDs de série nos faróis e lanternas, além de LEDs nos faróis de condução diurna. Ainda no visual externo, as rodas de 16” foram mantidas, não mudaram o desenho, mas receberam nova pintura escurecida nas versões EX e EXL.

Interior

O interior do Honda WR-V 2021 também não foi esquecido na reestilização do modelo 2021. O ambiente interno ganhou mais harmonia com os apliques em black piano no painel e nas costuras pretas dos bancos de couro da EXL e nos novos tecidos dos bancos das versões abaixo LX e EX.

Na parte interna está o “pulo do gato” do modelo por conta do espaço e conforto, além da oferta de bons espaços para porta-trecos e copos.

No mexe daqui mexe dali do Honda WR-V 2021 dá pra assegurar que foi seu maior facelift desde que chegou ao mercado, em 2017. As mudanças foram leves, mas pontuais e garantem uma nova possibilidade ao SUV compacto de ampliar suas vendas.

Os novos para-choques e a nova grade dianteira deram maior robustez ao WR-V. Essa nova aparência do modelo representa um passo a mais na sua busca pelo estilo e vida próprios. Desta forma, com nova roupagem e novos equipamentos, o WR-V ganha mais fôlego para seguir o sucesso de vendas do Fit e do HR-V.

O WR-V 2021 estreia nova versão de entrada LX e oferece ainda a EX e a EXL. Os preços partem de R$ 83.400 e chegam a R$ 94.700. O conjunto mecânico é o mesmo 1.5 i-VTEC FlexOne de 116 cv de potência a 6.000 rpm e 15,3 kgf.m de torque a 4.800 rpm, abastecido com etanol. Traz associado o câmbio CVT. O Honda Fit também utiliza o mesmo motor e câmbio.

O modelo aderiu aos equipamentos de segurança bastante exigidos pelos consumidores. Demorou um pouco, mas finalmente o Honda WR-V conta agora com controles de estabilidade e tração e assistência de partida em rampa de série em todas as versões e paddle shift nas versões mais completas EX e EXL.

Contudo, ainda não foi desta vez que adotou chave presencial com botão de partida no modelo, nem na EXL. Uma pena mesmo.

Equipamentos de série de cada versão

A nova versão de entrada LX conta com ar-condicionado, a direção assistida eletricamente, vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores elétricos com setas integradas, sistema de áudio com Bluetooth, câmera de ré integrada e tapetes de carpete, duplo airbag frontal e freios ABSA com distribuição eletrônica de frenagem (EBD).

Por sua vez, na EX a lista contempla ar-condicionado digital e automático touchscreen, quatro airbags, multimídia com tela tátil de 7″ e conectividade Android Auto/Apple CarPlay, apoio de braço no console central, airbags laterais, sensores de estacionamento traseiro, paddle shift para rocas sequenciais de marchas, painel bluemeter, piloto automático, volante revestido em couro, controle de cruzeiro e sistema de áudio com dois tweeters adicionais aos quatro alto-falantes.

A versão EXL incorpora todos os itens da EX e acrescenta bancos revestidos em couro, navegador GPS integrado ao multimídia, retrovisores com rebatimento elétrico, seis airbags, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, espelho interno fotocrômico, retrovisor externo com rebatimento elétrico e paddle shift, entre outros.

Honda WR-V: Teste rápida com a versão EXL

Fizemos uma avaliação rápida com a versão mais completa, a EXL, do Honda WR-V 2021, vendida por R$ 94.700. As pouco mais de três horas rodando com o carro foram suficientes para conhecer as mudanças feitas.

O motor 1.5 aspirado está sob o capô já é um velho conhecido. E ágil e silencioso, quando não exigido em retomadas mais bruscas com trocas de marchas manuais, utilizando o paddle shift atrás do volante para fazer as trocas sequenciais de marchas.

A maior parte do tempo de utilização do WR-V 2021, com a nova cor Azul Cósmico Metálico, foi em trecho de rodovia. O consumo registrado marcava 11,9 km/l com gasolina. O motor responde bem nas acelerações. Destaque para o espaço e o conforto interno e a excelente posição de dirigir. A direção elétrica dispensa observações pela leveza em manobras e calibragem em velocidades mais altas.

A boa direção é beneficiada também pela suspensão mais elevada e bem ajustada. Se for rodar na terra, os obstáculos menores não representam problemas para que o WR-V possa transitar. O multimídia é bem intuitivo, permitido que as buscas sejam feitas sem maiores problemas ou embaraços.

Nós aproveitamos bastante o paddle shift. As aletas bem trabalhadas estão próximas do aro do volante e favorece as trocas com conforto. Nesse caso o condutor abre mão do conforto do câmbio CVT e ganha em estilo mais esportivo. Essa era minha intenção e confesso que a experiência foi das melhores, considerando que trocas de marchas no volante nunca me atrairam.

Versões e preços do Honda WR-V 2021

Honda WR-V LX 1.5 CVT 2021 – R$ 83.400
Honda WR-V EX 1.5 CVT 2021 – RS 90.300
Honda WR-V EXL 1.4 CVT 2021 – R$ 94.700

Comentários