DM Autos

Nova Fiat Strada.Teste da versão topo Volcano

Impressões ao dirigir a picape compacta da nova geração.

diario da manha

A nova Fiat Strada 1.3 Firefly 2021 é a bola da vez no teste do DMAutos. Rodamos durante uma semana na versão topo da gama, a Volcano, vendida por R$ 80 mil. A picape compacta da nova geração, líder absoluta de mercado há 20 anos, foi lançada em meio à tempestade da Covid-19.

Nem por isso viu seu brilho ofuscado pela pior e mais dolorosa crise que o mundo está enfrentando. A “queridinha” dos consumidores mantém o sucesso junto ao seu público.

A nova Strada chegou ao mercado mais enxuta nas versões em relação à antecessora. A linha 2021 do modelo está sendo comercializada nas versões Endurance, Freedom e Volcano, as mesmas nomenclaturas da Toro.

Configurações

São duas configurações de cabines (Plus e dupla), duas motorizações e um único câmbio manual de cinco marchas. O tão esperado câmbio automático do tipo CVT ficou para o próximo ano e, sem previsão, o motor turbo.

A versão de entrada Endurance é ofertada com cabines Plus – formula intermediária entre a cabine simples e a estendida – e dupla. Destinada ao trabalho, a Endurance, traz sob o capô o motor 1.4 Fire EVO Flex, de 88 cv (etanol) e 12,5 kgfm de torque.

A partir da versão intermediária Freedom o motor é o 1.3 Firefly flex, de 109 cv (etanol) e 14,2 kgfm de torque, sendo a mesma motorização que equipa os modelos Argo e Cronos.

A nova geração da Strada chegou com pique de vendas em meio à pandemia. A versão Volcano, a mais completa da linha, se encaixa bem no perfil de quem procura uma picape compacta para os chamados “rolês” e também para quem não abre mão de conforto no trabalho.

Trabalho e lazer

Bem diversificada, a linha oferece versões de trabalho e de lazer, com acabamento e dirigibilidade de carros do dia a dia das famílias. A Volcano tem essas qualidades.

Bem parecida com a Toro, a nova Fiat Strada não perdeu em nada por apresentar traços marcantes com sua irmã maior. A picape compacta-média Toro foi lançada em 2016, sendo a precursora da criação de um novo segmento no mercado, o de picapes utilitárias esportivas (com sigla SUP, em inglês).

As semelhanças entre a nova Strada e a Toro são mais aparentes na traseira, capô . Elas se confundem também nas vistas nas linhas dos para-lamas.

A versão cabine dupla Volcano oferece a comodidade de dirigir de um carro de passeio. Como cresceu um pouco na nova geração, ficou bem mais confortável para o motorista e o passageiro do banco da frente.

A direção com assistência elétrica é bastante leve, os bancos mesclam couro com um tecido de textura que oferece fácil limpeza. O volante traz todos os comandos na sua base.

Acabamento interno

O acabamento interno peca um pouco no uso de plástico duro no painel e portas. Ao menos a Strada Volcano merecia um material com textura macia. A Fiat sempre foi caprichosa na oferta de materiais de excelente qualidade, mas desta vez parece ter feito o caminho inverso.

Diferentemente da antiga Strada com três portas, projeto definitivamente abandonado pela marca, quem vai agora no banco traseiro ganhou mais espaço. Detalhe: tem espaço para três passageiros andarem com relativo conforto.

Os passageiros têm à disposição cintos de três pontos e apoio de cabeça. Ainda com relação ao interior, o teto na cor escura deu um ganho.  A cor clara, propensa à sujeira, perdeu seu espaço.

A Strada anterior leva dois passageiros e o compartimento serve apenas para viagens rápidas. A picape de três portas foi um projeto inovador, mas não uma solução tão boa em termos de espaço para passageiros.

A nova Strada cresceu e ganhou quatro portas. A mudança, além do novíssimo visual, deu um ar de maturidade e imponência à picape compacta.

A frente da nova Fiat Strada não tem nada da Toro. O farol da versão Volcano tem leds no DRL (luzes de uso diurno) e também nos fachos baixo e alto. Os piscas contam com lâmpadas convencionais e a nova grade, na cor preta, compõem bem o visual da Strada 2021.

Nova Fiat Strada 1.3 Firefly 2021: Consumo na cidade e estrada

O motor 1.3 Firefly, se não tem o mesmo desempenho do antecessor 1.8 E.torQ, de 132 cv de potência e 18,9 kgfm de torque, pelo menos compensa no consumo mais em conta. É ágil em perímetros urbanos e não tem preguiça quando é chamada no acelerador na rodovia.

Durante o teste, a versão Volcano, abastecida com etanol, fez 8,5 km/l na cidade e 9,6 km/l na rodovia. Os números oficiais, com gasolina no tanque, falam em 12,1 km/l e 13,3 km/l na cidade e estrada, respectivamente. A transmissão manual de cinco marchas é bem calibrada e oferece engates macios.

Medidas

A nova Strada 2021 Cabine Dupla mede 4,48 metros de comprimento, 1,732 metro de largura, 1,608 metro de altura e um entre-eixos de 2,737 metros. A caçamba comporta 844 litros de volume.

Para facilitar o acesso ao banco de trás, as portas traseiras têm um generoso ângulo de abertura de até 80°. A Strada tem a maior altura do solo de até 214 mm. Já os ângulos de entrada (de 24º) e de saída de obstáculos (28º) estão entre os melhores da categoria.

A Fiat Strada Volcano conta de série com controle de estabilidade, assistente de partida em rampas (Hill Holder), controle de tração (TC+), direção com assistência elétrica, sensor de pressão dos pneus, volante multifuncional, retrovisores elétricos, quadro 3,5” de TFT, capota marítima e rodas de liga leve.

E ainda: vidros traseiros elétricos, bancos em couro/tecido, câmera de ré, volante em couro, faróis em LED e sensor de estacionamento, dentre outros itens.

Na lista estão também capota marítima, barras longitudinais no teto e de proteção (santantônio), além dos pneus 205/60 R15 ATR. A Volcano custa R$ 80 mil, mas se o consumidor quiser rodas de 16” terá que desembolsar mais R$ 2.500. É o único item opcional da versão.

Central multimídia

Dentre os destaques da versão está a nova central multimídia Uconnect 7”. Com uma tela sensível ao toque de sete polegadas, essa central traz recursos sofisticados como Apple CarPlay e Android Auto, sem a necessidade de fio (wireless). É possível parear até dois smartphones.

A central Uconnect 7”, desenvolvida pela FCA no Brasil, é mais intuitiva e funcional. O sistema permite navegação via Waze e Google Maps; música (Streaming/MP3); reconhecimento de voz (Siri/Google Voice); leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp, por exemplo; e integração com calendário.

Personalizável, a tela exibe controle de todas as funções do veículo, com baixo reflexo diurno e brilho ajustável. O sistema oferece suporte para conexões via Bluetooth e conta com computador de bordo. Os passageiros do banco traseiro têm uma segunda porta USB à disposição.

Com a chegada da nova linha 2021 da Strada, a Fiat passou a oferecer pela primeira vez à picape garantia de três anos. Caso o proprietário queira, ele pode estender a garantia para cinco anos optando por um dos planos da Garantia Adicional de mais 12 ou 24 meses, alcançando 5 anos de cobertura.

Preços da nova Fiat Strada 2021:

Endurance Cabine Plus 1.4 Fire MT5 – R$ 63.590
Endurance Cabine Dupla 1.4 Fire MT5 – R$ 69.490
Freedom Cabine Plus 1.3 Firefly MT5 – R$ 74.990
Freedom Cabine Dupla 1.3 Firefly MT5 – R$ 77.990
Volcano Cabine Dupla 1.3 Firefly MT5 – R$ 79.990

Comentários