DM Autos

Fiat 500 elétrico é vendido na Itália. No Brasil, em 2021

Modelo ícone da marca fez primeiro test drive pilotado por Olivier François.

diario da manha

O Fiat 500 elétrico, que em 2021 desembarca no Brasil, começou a ser vendido na Itália. A estreia do modelo naquele mercado é com a versão “la Prima. Antecederam a abertura das vendas do ícone italiano um passeio do presidente global do Brand Fiat, Olivier François, a bordo do compacto zero emissões de CO2, pela cidade italiana de Turim.

O “rolê” de Olivier François por locais simbólicos de Turim, onde a marca fez história, foi protagonista de um vídeo do primeiro test drive do novo Fiat 500 “la Prima”, que inaugura a terceira geração do modelo.

Olivier François faz o primeiro test drive com o Fiat 500 “la Prima”

O emblemático carro da Fiat dará continuidade em sua apresentação com 40 outras paradas pela Itália, passando pela França e Alemanha.

A bordo do 500 “la Prima”

Para realmente entender a alma de um carro, é necessário dirigi-lo. E para apresentar todas as sensações de como é estar a bordo do Novo Fiat 500 foi o que levou Olivier François a rodar pelas ruas e pontos turísticos de Turim, dirigindo o 500 elétrico, batizado de “la prima”, (“o primeiro”), em sua primeira edição de lançamento.

“Normalmente, colocamos um carro novo na estrada pela primeira vez com as câmeras desligadas. Mas, para o Novo 500, decidi levá-lo comigo! É um momento muito especial mesmo, um pouco mágico. Uma ‘visão’ se tornando realidade de todo o trabalho em equipe que desenvolvemos. Para falar a verdade, também é um momento muito desafiador”, disse Olivier François.

Ponto de partida

A viagem de Olivier François começa na fábrica de Mirafiori, onde os carros da Fiat são fabricados há 81 anos. Inaugurada em 1939, a planta de Turim marcou o início da produção moderna da Fiat e ainda é uma das fábricas automotivas europeias mais antigas em atividade.

Um novo capítulo começa agora com a produção da terceira geração do Fiat 500.

Cerca de 1.200 pessoas vão trabalhar exclusivamente na fabricação do modelo. A capacidade de produção será de 80 mil unidades por ano, que poderá aumentar conforme a demanda.

Fiat 500 elétrico: Investimentos de mais de 700 milhões de euros

No total – entre custos de design, desenvolvimento e engenharia e a construção da linha de produção – o investimento representa um valor de mais de 700 milhões de euros.

O destino seguinte do test drive a bordo do Novo 500 foi em Lingotto, a antiga fábrica da Fiat com uma pista no teto, local dos testes de qualidade do hatch antes do embarque dos carros.

Convertido em museu, o espaço abriga a Pinacoteca Agnelli. No quarto andar encontra-se a “Casa Virtual 500”, uma exposição online que mostra ao público como estará a Casa 500 na primavera de 2021.

Fim da viagem

A viagem de Olivier François a bordo do Fiat 500 elétrico “la Prima” continua ao longo das avenidas da cidade. O ponto de chegada foi no Monte dei Cappuccini, perto do centro da cidade, na margem direita do rio Pó, com suas vistas deslumbrantes do local e dos Alpes.

“Desde o fim do isolamento social na Europa, todos aprendemos a valorizar ainda mais a vida ao ar livre e a preciosidade do ambiente ao nosso redor”, disse o executivo, que finalizou dizendo: “Preservar o meio ambiente também depende de nós”.

Comentários