DM Autos

Novo Chevrolet Tracker quer ser líder entre os SUVs compactos

Modelo 2021 traz versão destinada ao público PCD por R$ 56.877.

diario da manha
Novo Chevrolet Tracker

O novo Chevrolet Tracker 2021 não quer mais ser um simples coadjuvante no segmento dos SUVs compactos. O modelo se renovou por completo. Ganhou novo visual, novos itens de segurança e conectividade e um inédito motor 1.2 Turbo de 133 cv de potência. O SUV parte de R$ 82.000 e vai até R$ 112 mil e chega ao mercado oferecendo também a versão destinada ao público PCD.

A meta é surpreender os concorrentes. A General Motors quer incomodar no segmento dos  SUVs compactos, surpreendendo os adversários com um produto forte e suficientemente capaz de mudar conceitos.  Além do Volkswagen T-Cross,  o novo Chevrolet Tracker vai brigar também de forma mais acirrada com o Nissan Kicks, Hyundai Creta, Jeep Renegade e o Renault Captur.

Coronavírus

O Tracker 2021 foi oficialmente lançado nesta quarta-feira, via streaming. A GM faria a apresentação presencial com jornalistas automotivos do País, em São Paulo. Contudo, a fabricante cancelou o evento para priorizar as medidas de prevenção ao coronavírus.

O novo Chevrolet Tracker chega em cinco versões, além da destinada à pessoas com deficiência (PCD). Os preços partem de R$ 82.000 e chegam a R$ 112.000 mil na versão topo de linha do modelo. A versão PCD custa R$ 70 mil, mas com os descontos de IPI e ICMS assegurados pela legislação, sai por R$ 56.877,00.

Novo Chevrolet Tracker estreia inédito motor 1.2 turbo, de 133 cv

O SUV traz duas motorizações: os Ecotec 1.0 e 1.2 turbo, ambos flex de três cilindros e turbos. 0 motor 1.0 turbo rende 116 cv e 16,8 kgfm. É o mesmo propulsor que fez sua estreia no novo  Onix. O motor 1.2, inédito na marca, rende 133 cv e 21,4 kgfm de torque. A versão de entrada 1.0 traz manual de seis marchas. Nas demais a transmissão é automática, também com seis velocidades. A motorização 1.2 é sempre combinada com câmbio automático, também com seis marchas.

Consumo

SUV mais econômico do momento no seu segmento, o novo Chevrolet Tracker registra o seguinte consumo na cidade e estrada.

Tracker 1.0 Turbo MT:
Gasolina: 13km/l e 14,8 km/l
Etanol: 9 km/l e 10,4 km/l

Tracker 1.0 Turbo AT:
Gasolina: 11,9 km/l e 13,7 km/l
Etanol: 8,2 km/l e 9,6 km/l

Tracker 1.2 Turbo AT
Gasolina: 11,2. Km/l e 13,5 km/
Etanol: 7,7 km/l e 9,4 km/l

Tracker cresceu

Fabricado sobre a mesma plataforma que deu origem à nova geração do Onix, o Chevrolet Tracker 2021 não mudou só no visual, equipamentos e motor.

O modelo cresceu de tamanho também. O SUV  passa a ter 4,27 metros de comprimento, 2,04 m de largura, 1,63 m de altura e 2,57 m de entre-eixos. O SUV 2021 está, portanto, 10 centímetros maior no comprimento, 1 cm mais largo e 1,5 cm maior no entre-eixos.

Porta-malas maior

O porta-malas do novo Tracker também cresceu na capacidade carga. Os 306 litros da versão anterior subiram para 393 litros.

O modelo oferece 6 airbags, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis com projetores, sisema OnStar, regulagem de altura dos faróis, luzes diurnas de LEDs, rodas de liga leve, assistente de partida em rampas, ar-condicionado, computador de bordo, limitador de velocidade, direção elétrica e sensores de estacionamento traseiros.

Ainda de série, vem com nova central multimídia MyLink, com tela de 8 polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, e sistema de WiFi 4G que conecta até dois aparelhos via Bluetooth  com 12 vezes mais de intensidade de sinal de Internet.  

Equipamentos

O novo Chevrolet Tracker SUV ganha equipamentos de ponta, sendo que muitos deles já presentes no Onix da nova geração.  A versão de entrada LT 1.0, manual, traz de série acabamento preto nas colunas, grade frontal cromada, maçanetas externas na cor do veículo, rack de teto prata, câmera de ré, chave presencial, piloto automático, retrovisores elétricos, sistema stop/start e câmbio automático.

 Todos estes equipamentos estão presentes na versão com motor 1.2 turbo. Ao pacote são adicionadas a motorização inédita, a transmissão automática e o sistema stop/start. O Tracker LTZ  vem com todos os itens da versão 1.2 Turbo e acrescenta alerta de pontos cegos, rodas de 17 polegadas, sensor de chuva, bancos com revestimento híbrido e acendimento automático dos faróis.

Versão 1.2 Premier

Por fim, a versão 1.2 turbo Premier, traz todos os itens da lista de equipamentos da versão LTZ. Além disso, acrescenta ainda alerta de colisão frontal com medidor de distância do veículo à frente, frenagem automática de emergência, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, faróis full led e teto solar panorâmico .

O Tracker 1.2 turbo Premier conta também com carregador sem fio para smartphones, ar-condicionado digital, retrovisor interno eletrocrômico, sistema de estacionamento automático, sensores de estacionamento dianteiros, traseiros e laterais, e tela central colorida no quadro de instrumentos.

Visualmente, o Tracker Premier se diferencia das demais versões do SUV  por cromados nas janelas e nas maçanetas externas (as maçanetas internas também são cromadas). Outros pontos são também os detalhes em prata nos para-choques e rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado.

Versões e preços

Tracker 1.0 Turbo AT PCD: R$ 56.877
Tracker 1.0 Turbo MT: R$ 82.000
Tracker LT 1.0 Turbo AT: R$ 89.900
Tracker 1.2 Turbo AT: R$ 90.500
Tracker LTZ 1.2 Turbo AT: R$ 99.900
Tracker Premier 1.2 Turbo AT: R$ 112.000

Comentários