DM Autos

Honda CBR 1000RR-R Fireblade 2020: inspirada nas pistas

Superesportiva recebeu o motor mais potente da família CBR, com 217,5 cv.

diario da manha

A Honda CBR 1000RR-R Fireblade 2020 passou por uma renovação completa em termos de tecnologia e design. A superesportiva foi apresentada ao público em novembro de 2019 no 77ª EICMA. Trata-se do mais importante mostra da indústria motociclística mundial. O evento é realizado anualmente em Milão, na Itália.

Não foram apenas as profundas inovações técnicas e estilísticas a cativar os apaixonados por motocicletas de altíssima performance. A preservação do conceito “Total Control”, inaugurado pela Honda em sua primeira Fireblade, no começo dos anos 1990, foi bem recebido pelos visitantes da mostra italiana.

Honda CBR 1000RR-R Fireblade traz tecnologias da campeã RC 213V

A Honda CBR 1000RR-R Fireblade 2020 incorpora tecnologias desenvolvidas através da máquina campeã da MotoGP, a RC 213V. Ela apresenta aspectos básicos do conceito “Total Control”, características de maneabilidade, estabilidade, funcionalidade que a CB 1000RR-R Firebale apresenta.

Complementa a superesportiva o mais potente motor desenvolvido para equipar uma motocicleta da família CBR. São consideradas as “flagship” da marca por concentrarem o ápice da tecnologia Honda.

Elementos como o chassi, suspensões, freios e os controles eletrônicos de auxílio à pilotagem permitem a Honda CBR 1000RR-R Fireblade manter a tradição do modelo.

Patamar elevado

O modelo eleva o patamar do segmento das superesportivas. Assim, alcança mais uma vez a excelência em performance seja no uso em pista como em estradas abertas à normal circulação.

Inspirada na máquina RC213V da MotoGP e sua análoga das ruas, a RC213V-S, a CBR1000RR-R Fireblade 2020 é equipada com o motor de quatro cilindros em linha mais potente já feito pela Honda.

Potência

Compartilhando do mesmo curso e diâmetro que a RC213V-S, a CBR1000RR-R Fireblade 2020 entrega uma potência máxima de 217,5 cv a 14.500rpm e um torque máximo de 11,5 kgf.m a 12500rpm enquanto seu peso é de apenas 201kg.

A CBR1000RR-R é encontrada também em uma versão SP. Completa pela segunda geração da suspensão Öhlins Electronic Control semi-ativa que traz um garfo NPX de 43mm e amortecedor traseiro Öhlins TTX36 Smart-EC.

Freios Brembo

Além disso, traz novo sistema de freios Brembo Stylema com pinças dianteiras de montagem radial de quatro pistões. Na traseira, pinça monobloco Brembo, a mesma utilizada na RC213V-S.

Em ambas as versões, um pacote aerodinâmico, também sob a influência da multi-campeã RC213V da HRC, trabalha em conjunto com a nova Unidade de Medição Inercial (IMU) de seis eixos da Bosch.

A CRB1000RR-R Fireblade e a aversão CBR1000RR-R Fireblade SP são equipadas com uma ponteira de escapamento leve Akrapovic de titânio. Ambas estão disponíveis em padrões de duas cores: um Vermelho Grand Prix inspirado na HRC e outro Preto Fosco Perolizado.

Comentários