DM Autos

Teste: Andamos no novo Audi Q3 que chega ao Brasil

Impressões ao dirigir o SUV compacto Premium que muda de visual, fica maior e mais equipado.

diario da manha

Andamos no novo Audi Q3. No entanto, antes de entrar nos detalhes do teste que fizemos com o modelo, vamos à uma pergunta sobre desejos por dirigir um determinado veículo.

Pergunta: Sabe aquele carro que você quer dirigir e espera dele o máximo em conforto, comodidade e que tenha um motor esperto para andar e ao mesmo tempo econômico?

Vou contar o resultado do teste com o modelo que eu esperava, digamos, pilotar e receber dele aquilo que me atendesse nos meus anseios. O veículo em questão era o novo SUV compacto Premium Audi Q3.

Sua nova geração está desembarcando no Brasil nas versões Prestige, Prestige Plus e Black, esta a mais completa.

O novo Audi Q3 está maior em todos os sentidos, graças à nova plataforma mundial MQB. Ficou mais bonito e moderno tanto por fora quanto por dentro e traz mais tecnologia a bordo.

Mais pesado 200 kg

As mudanças, porém, deixaram o modelo cerca de 200 kg de peso a mais em relação à geração anterior. A cabine ganhou uma nova tela (sensível ao toque) e quadro de instrumentos digital e um menor de botões.

O Audi Q3, modelo mais popular da marca alemã, ganha fôlego e disposição para retomar posição de destaque em vendas no segmento dos SUVs compactos Premium. Detalhe: agora não é mais fabricado no Brasil.

O novo Audi Q3 vem de Gyor, na Hungria, para brigar com o BMW X1 e Volvo XC40 T4, ambos com motor 2.0 16V, de 192 e 190 cv de potência, respectivamente. No segundo semestre entra na disputa o novo Mercedes-Benz GLA.

Preços das versões

A versão de entrada Prestige custa R$ 179.990, sem opcionais, mas já vem bastante completa. A intermediária Prestige Plus custa R$ 189.990 e tem como opcional o teto solar elétrico panorâmico Open Sky, com preço de R$ 8.000.

Por fim, a versão Black, que parte de R$ 209.990 e chega até R$ 225.000 com todos os itens opcionais. Acresce no valor as tecnologias função parking assist e pacote ACC Stop&Go, com Controle de Cruzeiro Adaptativo e Audi Pre Sense dianteiro.

Uma pena o Audi Q3 não disponibilizar itens de segurança importantes, como condução semiautônoma, como alerta e assistente de mudança de faixa.

Esses itens estão presentes até em modelos que atuam em faixa de preços bem abaixo. Não foi esquecimento, claro. Pode jogar o custo na conta que você encontra os motivos da falta desses itens.

Maior no tamanho

O modelo cresceu 97 mm no comprimento e 25 mm na largura, saltando para 4.484 mm e 1.859 mm, respectivamente. No entre eixos, o aumento foi de 77 mm, deixando o novo Audi com 2.680 mm. Esse crescimento permitiu mais espaço interno para os passageiros, o que visível no novo Audi Q3.

Na altura perdeu 2 mm e agora tem 1.585 mm. Quatro pessoas viajam confortavelmente. Um quinto passageiro no meio do banco traseiro sente o incômodo do túnel central elevado.

O porta-malas é bastante generoso. Tinha capacidade para 460 litros e saltou para 530 litros. Cresceu 70 litros. Com os encostos traseiros rebatidos, a capacidade chega a 1.525 litros. É o maior compartimento do mercado no segmento dos SUVs compactos Premium. Por exemplo, no Volvo XC40 T4 é de 460 litros e no BMW X1 de 505 litros.

Teste

Marcamos presença no lançamento do novo Audi Q3, convidado pela marca alemã. Um privilégio desses é para poucos. Fui um dos poucos então. Veículo da nova geração devidamente apresentado, com abordagens sobre suas novas características, lá fomos nós para o teste com o novo modelo.

A versão colocada à disposição era nada mais do que a Black, a topo da linha do SUV compacto da marca das argolas. Partimos de São Paulo rumo à Serra da Mantiqueira.

De lá fomos para São José dos Campos e, em seguida, nos dirigimos para o Pico do Itapeva, em Campos do Jordão, onde pernoitamos e retornamos à Capital paulista. Teste finalizado.

O novo Audi Q3 foi deixando boa impressão pelo caminho durante o teste. Logo de cara ficou evidente a excelente ergonomia e conforto dos assentos e a qualidade dos materiais utilizados.

Conforto e espaço internos

De visual externo ostentando linhas modernas, sem ser muito chamativas, o Q3 Black ofereceu exatamente o conforto e a comodidade interior que eu esperava do modelo. Soma nos quesitos favoráveis o generoso espaço interno.

Conduzir o Q3 húngaro provoca a sensação de liberdade a bordo com o teto solar elétrico panorâmico Open Sky aberto. Os bancos e o volante (com base achatada) revestidos em couro sintético Alcântara realçam o ambiente interior.

As luzes do interior customizáveis, por sua vez, são itens que não passam despercebidos e dão um charme todo especial à cabine. Estas trazem ainda quadro de instrumentos totalmente digital (Virtual Cockpit) de 10,2” e central multimídia de 8,8”, com tela sensível ao toque.

Teste: Motor de 150 cv trabalha com disposição

O teste revelou um conjunto motor e câmbio trabalha em perfeita harmonia. Um casamento daqueles irretocáveis. O propulsor 1.4 16V TFSI Turbo, de 150 cv e 25,7 kgfm de torque do Q3 tem muita disposição e anda sem sentir os 200 kg a mais de peso na atual geração. Continua ágil como sempre foi.

 A transmissão de dupla embreagem S-Tronic de seis marchas faz trocas rápidas e macia, imperceptíveis na passagem de uma para outra, mesmo nas reduções.

Motor e câmbio do novo Audi Q3 são os mesmos da geração anterior, mas com uma leve melhoria. O conjunto leva o Q3 de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos e alcança a velocidade máxima de 207 km/h.

Na geração anterior, até então fabricada em São José dos Pinhais (PR), esses números eram de 8,9 segundos e a máxima atingida era de 204 km/h.

Economia

Durante todo o trajeto do teste, passando pelo interior das cidades e enfrentando chão, asfalto e serras, o Audi Q3 registrou um consumo cidade /estrada de 13 km/l. Muito baixo pela variação de pisos enfrentados.

Dirigir o novo Audi Q3 é prazeroso. A utilização da versátil plataforma MQB permite uma condução confortável. Na terra, notou-se perfeitamente uma suspensão (McPherson na dianteira e Multilink na traseira) bem ajustada, com boa capacidade de filtrar as imperfeições do solo.

Com o novo Q3, a Audi abre claramente a oportunidade de retomar o crescimento das vendas do modelo por sua própria saturação na falta de novidades, o que os concorrentes vinham fazendo bem. 

Equipamentos

As três versões trazidas ao Brasil são diferentes apenas nos equipamentos de série. Em comum, todas vêm com faróis de LED, bancos de couro sintético, sensores de luz e chuva, seletor de modos de condução e seis airbags.

A versão Black avaliada pelo DMAutos era a mais completa, contando com todos os opcionais. De série, a versão traz ar-condicionado com regulagens individuais na dianteira, bancos com revestimento em Alcântara e ajustes elétricos na dianteira.

 E ainda: quadro de instrumentos digital, abertura elétrica da tampa do porta-malas, acesso e  partida por chave presencial, teto solar e sistema de estacionamento automático e rodas de 19”.

Opcionais

Na lista de dos itens opcionais estão iluminação interna configurável, com custo de R$ 3.500, acabamento em Alcantara, por R$ 4.000, e controle de velocidade adaptativo, com preço de R$ 8.000. Os três itens elevam o preço da versão Black à casa dos R$ 225 mil.

Com esse valor o consumidor leva um SUV Q5. Tudo bem, mas o carro chega limpo em equipamentos na garagem dele.

Pelo menos as bagagens não terão problemas em serem acomodadas no porta-malas. O compartimento cresceu 70 litros, passando de 460 para 530 litros.

Por enquanto, quem apostou na vinda do motor 1.5 vendido na Europa perdeu, mas aqueles que deram como certa a motorização 2.0 com tração integral Quattro não estão de todo errados. Essa motorização não está descartada no novo Q3 para um futuro próximo.

O novo Audi Q3 é oferecido em oito cores: a de lançamento Laranja Pulse, Branco Ibis, Prata Florete, Cinza Cronos, Preto Mito, Cinza Nano, Branco Geleira, Azul Cosmos e Vermelho Tango.

Confira a lista dos principais equipamentos de série das versões do novo Audi Q3

Audi Q3 Prestige: Sensores de chuva e crepuscular, rodas de 17 polegadas, 6 airbags, bancos em couro sintético, sensores de estacionamento na dianteira e traseira, central multimídia MMI e luzes de rodagem diurna em LED e câmera de ré.

Audi Q3 Prestige Plus: equipamentos da versão Prestige + ar-condicionado digital de duas zonas, quadro de instrumentos digital de 10,2 polegadas, chave presencial, botão de partida do motor, pacote de luzes ambiente, porta-malas com abertura e fechamento sem mãos, retrovisores rebatíveis eletricamente, faróis full LED, lanternas em LED com luzes dinâmicas e rodas de 18 polegadas.

Audi Q3 Black: todos os equipamentos da versão Prestige Plus + bancos dianteiros esportivos e com ajustes elétricos, couro sintético, teto solar elétrico, volante de base reta e sistema de estacionamento automático.

Comentários

Mais de DM Autos