DM Autos

Avaliação: Andamos no novo Chevrolet Onix Plus Premier

Do Prisma antigo, novo sedã da Chevrolet só herdou a gravatinha dourada.

diario da manha

A avaliação desta vez foi com o novo Chevrolet Onix Plus Premier. Antes, porém, acompanhe a exposição do diálogo que vem a seguir.

Por várias vezes fui abordado por conhecidos interessados em saber minha opinião sobre o novo Chevrolet Onix Plus, o sedã que ocupou o lugar do Prisma no portfólio da marca.

A abordagem mais recente foi do meu vizinho, morador do mesmo prédio. Ele viu estacionado na minha garagem o Onix Plus Premier que havia recebido para avaliação.

Meu vizinho quis saber logo o que eu estava achando do carro. Antes de responder, ele deixou entender que estava de “namoro” com o outro modelo da marca e lascou a pergunta: “Não seria melhor comprar o Cruze?”

Na verdade, o que deduzi foi que o lançamento do sedã do Onix criou a dúvida na cabeça do meu vizinho, para quem os dois modelos guardam muitas semelhanças. Está correto, mas ambos são de categorias diferentes.

Gosto pelo Cruze

Meu vizinho gostou muito do Onix Plus, mas tem queda pelo Cruze sedã e segue também o gosto da esposa por este último. Outra observação: meu vizinho parece sentir credibilidade na marca Chevrolet.

Uma pena não ter indagado sobre qual carro ele tem. Certamente, um Chevrolet. De qualquer forma, vou procurar tirar a dúvida.

Diante do imbróglio Onix ou Cruze, pensei, me fazendo a pergunta: E agora? Ele quer saber do Onix Plus, mas parece interessado mesmo no Cruze da nova geração.

O interesse do meu vizinho deixa claro as expectativas positivas que o novo Onix Plus provocou após sua estreia no mercado.

Então vamos lá com resposta que dei ao meu vizinho, agora já fora do elevador: “Comprar um ou outro não vai mudar nada para você. O Onix Plus está em um patamar abaixo do Cruze no segmento dos sedãs. O modelo foi lançado recentemente e já é o líder de vendas na sua categoria”.

Custo/benefício

Completei dizendo que “o carro está bem posicionado no mercado e não tem erro partir para sua compra. Depende do seu bolso e gosto. O custo/benefício compensa no investimento entre R$ 56.000 e R$ 78.000 entre a versão básica LT aspirada e a Premier, com todos os opcionais”.

O vizinho quis saber mais: “Mas o Onix Plus não passou por um problema de incêndio em algumas unidades? Respondi: “Esquece. O problema está mais do que resolvido. A GM detectou e resolveu a falha a tempo. Portanto, o modelo segue seu curso normal de vendas”.

Cruze

Em seguida, disse ao meu vizinho que a opção por um Cruze o levaria à compra de um modelo sedã mais luxuoso, com mais tecnologia e, obviamente, com um custo maior.

Pagar mais por um sedã menos comercial, mas que oferece conforto de modelos Premium, parece não ser problema para meu vizinho.

 Ai, fui taxativo: “Se for para comprar um Cruze de entrada, sem muitos equipamentos, não pense duas vezes e faça a compra de um Onix Plus Premier”. Ponto final.

Ele, o vizinho, ficou de pensar, mas tinha deixado bem claro minhas impressões sobre o Onix Plus. Fiz questão até de enfatizar que a versão em teste era a mais completa da linha, a Premier.

Até sugeri que ele desse umas voltas no Onix Plus que estava na minha garagem para que pudesse sentir o carro nas mãos. Afinal, não basta achar bonito, tem que dirigir para conhecer melhor o produto. Até o final da avaliação do veículo não fui procurado por meu vizinho.

Avaliação: Impressões ao digiri o Chevrolet Onix Plus Premier

O Onix Plus é tão somente o sucessor do Prisma. Não herdou nada deste, exceto a gravatinha dourada. Isso ficou bem claro durante a avaliação que fizemos com o novo sedã da Chevrolet, em sua versão mais completa.

O novo sedã da GM chegou para brigar diretamente com o VW Virtus, Fiat Cronos, Ford Ka, Honda City, Toyota Yaris  e Hyundai HB20S. E já começa dando trabalho aos rivais.

Trabalho à concorrência

O modelo da GM sabe que não encontrará facilidades para se manter no topo das vendas. No entanto, comportou-se bem durante toda a avaliação, deixando evidente que chegou para dar trabalho mesmo.

O Onix Plus estreou no mercado liderando o segmento dos sedãs compactos. No mês de janeiro, por exemplo, fez dobradinha com seu irmão Onix hatch, o líder absoluto nas vendas há mais de quatro anos. O Onix Plus alcançou a segunda posição entre os veículos mais vendidos no período.

Cheio de atributos, o Onix Plus traz bom espaço interno, é bom de dirigir e oferece um polpudo pacote de equipamentos. É também competitivo nos preços. O Onix Plus Premier que nos foi oferecido para avaliação é o mais completo da linha, incluindo até o pacote de opcionais disponíveis para a versão.

Versões do novo sedã

O  novo três volumes da Chevrolet é oferecido nas versões LT 1.0, manual; 1.0 turbo automático; LT 1.0 turbo manual; LT 1.0 turbo manual; LT 1.0 Turbo automático; LTZ 1.0 turbo automático; e Premier 1.0 turbo automático. É um novo carro no visual, tamanho e acabamento interno.

Suas características e qualidades dão a percepção de um sedã do segmento acima do que ele realmente é. O motor 1.0 turbo, de três cilindros, também é novo. Aliás, novíssimo. Ao longo da avaliação o motor foi um dos pontos fortes do carro.

A partir da versão de entrada, o Onix Plus já vem bem equipado. Traz seis airbags, sendo dois frontais, dois laterais e dois de cortina, controle de estabilidade, alerta de uso do cinto de segurança nos bancos dianteiro e traseiro e assistente de partida em rampa.

O pacote de equipamentos de segurança ofertado contribuiu para que o Onix Plus conquistasse cinco estrelas (classificação máxima) na proteção de adultos e crianças nos testes de colisão do Latin NCAP.

Nova plataforma

O novo Chevrolet Onix Plus, assim como irmão hatch, foi lançado sobre a nova plataforma modular GEM (Global Emerging Markes), da General Motors, que utiliza 17% a mais de aços de alta resistência. Surgiu primeiro no mercado da china para depois ser revelado no Brasil.

O Onix Plus já parece grande desde o primeiro olhar. Ele é 19,4 cm maior no comprimento (4,47 m) e ganhou 7,2 cm a mais no entre-eixos, passando a ter 2,60 m, em comparação ao antecessor Prisma. Na altura tem 1,47 metro e 2,04 metros de largura, medida de retrovisor a retrovisor.

Menor só no porta-malas

O sedã cresceu no tamanho, mas ficou menor na capacidade do porta-malas. No Prisma era de 500 litros e agora é de 469 litros, o que ainda é considerável. No Fiat Cronos a capacidade é de 525 litros e VW Virtus de 521 litros.

O visual do novo Onix Plus é robusto e com linhas modernas. As rodas de liga leve aro 16 somam na robustez e arrojo do modelo. Os faróis contam com projetores e o acabamento cromado na grade e na base dos vidros laterais garante mais requinte.

O interior do Onix Plus Premier avaliado tem o teto na cor cinza e preto no painel e bancos, mesclando com detalhes em Caramelo no painel e portas. A faixa horizontal Caramelo dá um toque de requinte ao painel. A peça tem acabamento texturizado que agrada visualmente e no tato. Há também a opção na cor cinza.

Carregamento de celular por indução

Três entradas USB (duas estão disponíveis para os passageiros do banco traseiro) ficam bem posicionadas e dois celulares podem ser conectados via Bluetooth. Há carregamento de smartphones por indução e acendimento automático dos faróis.

Na passa despercebida a tela central flutuante de 7 polegadas. O sistema multimídia MyLink da nova geração melhorou na resolução, nos gráficos e nos comandos.

Novidade é o Wi-Fi 4G nativo. A internet a bordo, que tem de ser adquirida junto à Claro, permite conectar até sete aparelhos ao mesmo tempo. A conexão proporciona até 12 vezes mais de intensidade no sinal.

Novo motor

O novíssimo motor Ecotec 1.0 turbo, de três cilindros, e 116 cv do Onix Plus é eficiente e ágil. Trabalha associado à transmissão automática de seis velocidades, bastante macia. Esse conjunto motriz pesa 15 kg a menos do que o motor 1.4 e câmbio utilizado no Prisma. É um dos destaques do Onix Plus.

O motor 1. turbo responde com bom fôlego nas acelerações por conta do giro que sobe rápido. O propulsor rende 16,8 kgfm com etanol no tanque e 16,3 kgfm com gasolina. Durante a avaliação utilizamos etanol durante toda a avaliação com o modelo.

Consumo

O consumo surpreendeu com a média de 8,4 km/l na cidade, sem exigir muito do motor com acelerações mais fortes. Na estrada, a média ficou em 11,6. Só lembrando que rodamos com etanol, que registra números mais baixos do que a gasolina.

A condução manual é feita através de um botão na alavanca. Para tanto, é só arrastar a alavanca para a letra L.

A acústica no interior parece ter sido bem trabalhada. Não se houve ruídos, a não ser do atrito dos pneus com o asfalto frio. Rodando no asfalto completamente liso, não se percebe qualquer barulho vindo do exterior.

Direção elétrica confortável

O volante tem excelente empunhadura e a direção elétrica é precisa, oferecendo total conforto. A suspensão, por sua vez, é outro ponto de destaque, permitindo bom equilíbrio e estabilidade nas curvas. O Onix Plus Premier merecia borboletas atrás do volante.

A diferença entre versão Premier e sua configuração mais completa são os itens como bancos com revestimento que imita couro, ar-condicionado digital, alerta de ponto cego, assistente de estacionamento,

Eles se juntam ao pacote de itens de série da versão, como faróis do tipo projetor, luz de rodagem e lanternas de LEDs, rodas de liga-leve aro 16, controle de cruzeiro. E ainda: tela digital de 3,5 polegadas no quadro, botão de partida sem chave com função de partida e desligamento à distância.

Completa a lista sistema de som com seis alto-falantes e sistema MyLink 3 com tela sensível ao toque de 7 polegadas, além de seis airbags e controles eletrônicos de tração e de estabilidade (com hill holder).

Vale a compra

O Onix Plus Premier avaliado tem excelentes qualidades e chega como um substituto muito acima do Prisma. Muito distante mesmo. Tem charme, bom espaço interno, motor turbo compacto ágil, além de ser econômico, e um pacote de equipamentos de conforto e segurança bastante atrativo.

Desta forma, se está interessado em ter um Onix Plus Premier na sua garagem, pode encarar a compra. Vale a pena.

Comentários