DM Autos

Novo SUV compacto Chery Tiggo 5X já é produzido em Anápolis

diario da manha

SUV Tiggo 5X é o primeiro Chery produzido pela CAOA, em Anápolis

Norton Luiz
Editor de Veículos

O novo SUV Chery Tiggo 5X já está sendo fabricado na nova unidade produtiva da marca, em Anápolis(GO), e as primeiras unidades do modelo compacto começam a desembarcar nos concessionários na próxima semana.

Primeiro modelo da nova marca CAOAChery produzido na planta goiana, o Tiggo 5X chega ao mercado nas versões T, custando R$ 86.990, e TXS, com preço de R$ 96.990.

SUV chama atenção pela aparência moderna e pelo acabamento interno, além do motor turbo de 150 cv

Na apresentação do modelo, em Anápolis, nesta semana, o Tiggo 5X surpreendeu pela aparência externa moderna, conforto interno e pelo recheio de equipamentos, o que torna o carro em uma excelente proposta em custo/benefício.

Seus concorrentes mais próximos são o Jeep Renegade, o Nissan Kicks e o Honda HR-V, que vem perdendo fôlego de vendas.

A CAOA faz previsão de vender 9 mil modelos Tiggo 5X em 2019 e entrar nas estatísticas de emplacamentos com 38 mil carros, incluindo todos os modelos da marca, inclusive com os novos lançamentos.

Motor turbo

O Tiggo 5X é equipado com motor 1.5 Turbo Flex, que rende 147 cv abastecido com gasolina e 150 cv com etanol, e 21,4 kgfm de torque entre 1.750 a 4.000 rpm.

A transmissão é automatizada de seis marchas e dupla embreagem. O conjunto mereceu elogios por seu desempenho durante o test-drive na pista da CAOA, em Anápolis. Os freios são a disco nas quatro rodas com ABS e EBD.

A Central multimídia do SUV compacto Tiggo 5X tem tela de 9 polegadas em suas duas versões

A suspensão é independente nas quatro rodas, com sistema McPherson na dianteira e multilink na traseira. O Tiggo 5X mede 4,34 metros de comprimento, 1,830 metros de largura, 2,630 metros no enre-eixos e porta-malas com capacidade de 340 litros.

Sua capacidade pode chegar pode a 1.000 litros com o banco traseiro rebatido), o que deixa o SUV da Chery entre os mais generosos em porta-malas no seu segmento.

A versão T do Tiggo 5X traz de série faróis automáticos com luz diurna (DRL) e ajuste de altura, rodas de liga leve de 17″, ar-condicionado com saídas para os passageiros de trás, chave presencial, monitor de pressão e temperatura dos pneus, direção elétrica, espelho retrovisor com rebatimento elétrico, câmera de ré e freio de estacionamento elétrico.

Bancos em couro bastante confortáveis, porta-copos e Isofix para fixação de cadeirinhas infantis

Traz ainda:  central multimídia com tela de 9″ compatível com Android Auto e Apple CarPlay, computador de bordo com monitor de 4,8 polegadas, seletor de modos de condução com duas opções de ajustes (Eco e Sport), piloto automático, Isofix, controles eletrônicos de tração e estabilidade e assistente de descida de rampas.

Por sua vez, a versão topo TXS é equipada com esses mesmos itens e acrescenta apenas rodas de liga leve 18 polegadas, faróis de neblina, acabamento interno em couro, teto solar panorâmico, banco do motorista em couro com ajustes elétricos, airbags laterais e de cortina, seis alto-falantes, luz de boas-vindas projetada no chão e airbags laterais e de cortina.

O SUV tem quatro cores: branco perolizado, cinza metálico, prata metálico e preto metálico. O vermelho metálico também estará disponível, mas somente a partir de março.

Luz interna projeta o nome do SUV compacto Tiggo no chão com a abertura da porta do motorista

Tiggo 7 e Tiggo 8

Outros dois SUVs que a CAOAChery fabricará também  em Anápolis são o Tiggo 7 e o Tiggo 8. O primeiro começará a ser produzido nos próximos dias e seu lançamento está previsto para janeiro próximo. O Tiggo 8, por sua vez, tem sua chegada ao mercado prevista para o segundo semestre de 2019.

O Tiggo 2, lançado no primeiro semestre deste ano, foi o primeiro SUV produzido pela CAOAChery no Brasil. O SUV de entrada da marca é fabricado na planta de Jacareí, interior de São Paulo, e custa entre R$ 60 e 70 mil, com transmissão manual e automática.

Comentários