Cultura

História do tráfico de escravos é discutida em série apresentada por Samuel L. Jackson

A série "Escravidão: Uma História de Injustiça" tem como protagonista o ator Samuel L. Jackson. A obra aborda o tráfico de pessoas negras nos tempos de escravidão. Enquanto discute a história, o ator investiga origens e antepassados na África

diario da manha
Foto: Divulgação

Estreou ontem (20) a série “Escravidão: Uma História de Injustiça” na rede de televisão norte-americana National Geographic. A produção tem apresentação do ator Samuel L. Jackson. A obra aborda o tráfico de pessoas negras nos tempos de escravidão. Enquanto discute a história, o ator investiga origens e antepassados na África, conforme informações da agência Estadão Conteúdo publicadas pela revista IstoÉ.

De acordo com a reportagem, o objetivo da série é “dar voz a quem não tinha voz, porque as vozes também foram escravizadas. Ensinar as pessoas, chamar atenção”, conforme aponta o primeiro episódio.

Segundo a matéria, a série relembra os cerca de dois milhões de africanos que morreram no Oceano Atlântico, durante a travessia entre a África e os Estados Unidos. As mortes que ocorreram em meio ao tráfico continental são destacadas como um dos pontos que ocorreram durante o período de escravidão de mais de 12 milhões de africanos.

Conforme o site, o ator também investiga as origens para analisar a história dos antepassados que foram escravizados. Ele viaja com mergulhadores até locais em que há a presença de navios que naufragaram. As embarcações transportavam pessoas escravizadas. De acordo com a reportagem, o processo de investigação do ator ocorre em meio à emoção e introspecção.

Comentários