Cultura

Mário Frias toma posse como secretário especial de Cultura

A cerimônia ocorreu no gabinete do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, sem a presença da imprensa. O ato só foi divulgado pelo ministério após a assinatura do termo de posse

diario da manha
Foto: Reprodução

O ator Mário Frias tomou posse ontem (23) como secretário especial de Cultura. A cerimônia ocorreu no gabinete do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, sem a presença da imprensa. O ato só foi divulgado pelo ministério após a assinatura do termo de posse. As informações são do G1.

A nomeação do ator para o cargo havia sido feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na ultima sexta-feira (19). A escolha foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Pedro José Vilar Godoy Horta foi nomeado como secretário adjunto da Secretaria Especial de Cultura pelo ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, na mesma data. Ele também tomou posse ontem, conforme a Agência Brasil.

Mário Frias substitui Regina Duarte que deixou a função no dia 20 de maio. A passagem da atriz à frente secretaria foi marcada por cobranças. O meio cultural queria um posicionamento público diante das mortes de artistas em meio à pandemia, como do desenhista Daniel Azulay, do músico Ciro Pessoa e do compositor Aldir Blanc. No entanto, Regina respondeu durante entrevista à CNN Brasil, no dia 7 de maio: “Será que eu vou ter que virar um obituário?”.

As declarações da atriz também fizeram com que ela recebesse uma ação judicial. A jornalista Lygia Jobim abriu um processo contra a ex-secretária especial da Cultura, Regina Duarte, por apologia de crimes de tortura. Lygia argumentou que, na ocasião, Regina Duarte relativizou os crimes cometidos na época da Ditadura Militar. Regina assumiu a Cinemateca Brasileira no início de junho.

Comentários