Cultura

Me sirva um miojo, por favor

diario da manha
Foto/Reprodução/Internet

O macarrão instantâneo foi lançado no dia 28 de agosto de 1958 pelo taiwanês Momofuko Ando, e se chamava Chicken Ramen. Após se mudar para o Japão inventou o Miojo Lamen e o Cup Noodles, macarrão instantâneo feito em copos.

O alimento é muito popular no Brasil e é conhecido por ‘miojo’. O prato é muito consumido pelos solteiros que não gostam de cozinhar, pelos estudantes e até mesmo pelas mães que se sentem cansadas para fazer comida de seus filhos.

Existe um meme na internet que diz que “a cada vez em que uma mãe dá miojo para o filho, uma fadinha morre” e outras versões gourmets. O Google celebra a data do miojo com um doodle que homenageia o fundador do miojo.

Veja a baixo a lista de curiosidades sobre o miojo:

  • No Enem de 2012, um estudante escreveu a receita de miojo na redação, o que zarpou a reputação do exame e popularizou o macarrão.
  • Em 2012 foi criado o Ramen Burger em Nova Iorque. O sanduíche apresentava o macarrão cozido e compacto em formato de pão tostado.
  • A Nissin preparou chefs profissionais em miojo para um concurso de 300 vagas.
  • No Japão tem dois museus em homenagem ao miojo.
  • Segundo a Associação Brasileira de Massas Alimentícias (ABMA), o miojo sabor a galinha caipira é o preferido dos brasileiros.
  • A China é o maior consumidor de macarrão instantâneo do mundo.
  • O tempero de algumas marcas contém mais sódio que o indicado para o consumo de um dia inteiro.
  • O miojo cozinha em no máximo cinco minutos.
  • Os maiores consumidores do miojo no Brasil são os estudante
Foto/Reprodução/Internet

Comentários