Cultura

Marcha da Maconha deve reunir duas mil pessoas na Praça Universitária

Ato ocorre na sexta-feira, 12, e pede a regulamentação do uso e do cultivo caseiro da cannabis

diario da manha

 

Apoiadores da regulamentação do uso recreativo e medicinal da cannabis e de seu cultivo caseiro saem às ruas de Goiânia na sexta-feira (12/6), para a edição 2015 da Marcha da Maconha. A concentração começa às 16h20, horário que celebra o consumo da erva em todo o mundo, na Praça Universitária. A saída será às 18 horas. O grupo seguirá até a Praça Cívica, no Centro, e depois retorna ao ponto de partida.

O movimento é coordenado pelo Coletivo Mente Sativa e também defende a não redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. A expectativa é que duas mil pessoas participem do evento. Na concentração, serão realizadas atividades informativas, panfletagem, oficinas de cartazes e de faixas. “Vamos fazer uma marcha bonita e pacífica”, garante o membro do Coletivo Mente Sativa, Wilton Teles.

O Coletivo Mente Sativa reconhece a liberação do uso medicinal do canabidiol (CBD) como um avanço, mas considera que a política de regulamentação de drogas no Brasil precisa avançar. Um dos pontos diz respeito ao tetrahidrocanabinol (THC), substância química fabricada pela própria maconha e responsável pelos efeitos da planta, “que vem sendo mais mistificado e marginalizado”, como explica Teles.

– Serviço:

O que: Marcha da Maconha Goiânia – 2015

Quando: 12 de junho, sexta-feira – Concentração às 16h20 e saída às 18 horas

Onde: Praça Universitária

 

Comentários