Cultura

Couro pode ser substituído por fibra de abacaxi na confecção de produtos

diario da manha

Alternativas ao consumo de produtos derivados dos animais não param de aparecer não só na alimentação, mas também na moda. A Ananas Anam Ltda, empresa criada pela designer de acessórios Carmen Hijosa, acaba de desenvolver a Piñatex, um material feito a partir das folhas do abacaxi que pode substituir o couro na fabricação de sapatos, bolsas e até estofados.

couro 2

Macio, leve, flexível, moldável e de fácil tingimento, o produto, que começou a ser desenvolvido nas Filipinas, já foi testado de acordo com as normas internacionais de ISO para ruptura, costura, resistência ao rasgo, resistência à tração, luz e solidez da cor e resistência à abrasão.

As fibras são extraídas das folhas em comunidades agrícolas por agricultores que ainda podem utilizar o subproduto desse processo como fertilizante orgânico.

couro-1

A designer inglesa, depois de fornecer produtos para lojas como Harrod’s e Liberty, ambas em Londres, trabalhou em um Centro de Design e Desenvolvimento de Produtos das Filipinas, onde percebeu as potencialidades da fibra do abacaxi. Atualmente o produto, que passou por uma fase de pesquisa no Reino Unido e Espanha, está em fase de testes.

Comentários