Cotidiano

PC encerra com êxito a Operação Mollitiam

Operação destinada a reprimir crimes graves na região do Entorno do DF

diario da manha

Foi concluída com triunfo, nesta terça-feira (30), a última etapa de uma operação de março, do Grupo Especial de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri), de Luziânia, Entorno do Distrito Federal, intitulada Mollitiam.

A operação foi designada com o intuito de reprimir crimes graves na região do Entorno Sul, como: roubos, latrocínios, porte ilegal de armas de fogo e receptações qualificadas.

Foram efetuadas, ao todo, 17 prisões apenas no mês de março. Ontem também foi decretado pela Justiça, o sequestro dos bens de um dos detidos na operação, que obteve milhões de reais como proveito dos crimes praticados.

De acordo com o delegado titular do Gepatri, Carlos Alfama: “A operação Mollitiam, foi instaurada com o objetivo de atuar nos crimes mais graves que ocorrem no entorno, nas cidades de Luziânia, Valparaíso, Cidade Ocidental e Novo Gama”.

Apesar de contar com um pequeno efetivo, a especializada conseguiu investigar e solucionar diversos crimes ocorridos na região. Culminando com 17 prisões, entre os crimes de lavagem de dinheiro, receptação de carga roubada, entre outros.

Ainda segundo o delegado Alfama: “É uma vitória para todos nós, com um grupo pequeno, conseguindo combater tantos crimes graves, sejam violentos ou de ‘colarinho branco’. Já há planejamento para uma nova operação para o mês de abril. A expectativa é termos resultados ainda melhores”, ressaltou.

Todos os presos na operação foram encaminhados ao presídio local, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Comentários