Cotidiano

Mulher é condenada por estuprar e compartilhar a filha com namorados

Criança foi abusada sexualmente dos quatro aos sete anos de idade, o crime era filmado pela própria mãe

Na última segunda-feira (22), uma mulher acusada de estuprar a própria filha e compartilhar a criança com namorados, foi condenada pela justiça de Santa Catarina a pouco mais de 47 anos de prisão.

O caso aconteceu entre os anos de 2015 e 2019 e foi descoberto após o ex-namorado da mãe da criança compartilhar com um usuário de um site de relacionamentos, imagens em que ocorriam os abusos.

O Tribunal de justiça informou que somadas todas as penas por estupro de vulnerável, fotos e filmagens do crime e por guardar material pornográfico, o trio foi condenado à 123 anos de prisão e devem cumprir pena em regime fechado.

A mãe da criança foi condena à 47 anos de reclusão, o ex-namorado descoberto em rede social à 38 anos e meio e o segundo homem que confessou o crime a 38 anos e dez meses.

Comentários