Cotidiano

Suspeito de invadir mansão milionária de Gisele Bündchen é preso

Conforme o comunicado emitido pela equipe policial, a invasão provocou o disparo de alarmes. Quando a corporação chegou ao local encontrou o suspeito deitado em um sofá que estava no porão

diario da manha
Foto: Reprodução/Instagram

Zanini Cineus, identificado como o suspeito de invadir a mansão da modelo Gisele Bündchen e do marido Tom Brady, em Brookline, Boston, foi preso pela polícia norte-americana nesta segunda-feira (7). De acordo com o site TMZ, o homem de 34 anos teria realizado a ação durante a madrugada de hoje, por voltas das 5h55. As informações são do UOL.

Conforme o comunicado emitido pela equipe policial, a invasão provocou o disparo de alarmes. Quando a corporação chegou ao local encontrou o suspeito deitado em um sofá que estava no porão.

De acordo com a reportagem, o casal e os filhos Benjamin, 10, e Vivian, 8, deixaram a mansão em Boston para se deslocar até a Flórida em abril deste ano. A mudança ocorreu por causa da profissão do marido da brasileira. Ele é atleta do Tampa Bay Buccaneers.

Conforme a matéria, a mansão está a venda desde agosto de 2019. Foi construída em 2013 e é avaliada em R$139 milhões. O imóvel conta com spa, piscina, biblioteca, adega, cinco quartos, sete banheiros e estúdio de ioga, de acordo com o UOL.

Comentários