Coronavírus

Aos 102 anos, idosa vence a Covid-19 duas vezes

diario da manha

Em uma verdadeira história emocionante, uma idosa de 102 anos sobreviveu a duas infecções da Covid-19. Angelina Friedman, que mora em Nova Iorque, nos EUA, foi diagnosticada com o vírus em março e outubro.

Na primeira vez, a idosa estava internada no hospital quando testou positivo para o coronavírus, tendo sua recuperação apenas no final de abril. No entanto, voltou a se infectar em outubro, sendo ainda mais forte.

Leia também: Em janeiro, Doria pretende iniciar imunização contra o coronavírus em São Paulo

Em entrevista a WPIX-TV, a filha da idosa, Joanne Merola, comentou: “Ela não é a mais velha a sobreviver à Covid, mas pode ser a mais velha a sobreviver duas vezes”, disse.

Além disso, Angelina Friedman sobreviveu a gripe espanhola e a um câncer. “Minha mãe é uma sobrevivente. Ela sobreviveu a abortos espontâneos, hemorragias internas e câncer”, completou Joanne.

Comentários