Cotidiano

André do Rap foi preso através de uma ligação misteriosa

diario da manha

André Oliveira Macedo, o André do Rap, foi preso através de uma denúncia anônima feita por uma mulher, as informações ajudaram o DHPP Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil de São Paulo a fazer a apreensão em setembro do ano passado em Angra dos Reis, litoral sul do Rio de Janeiro.

A desconhecida ligou para a Delegacia de Extorsões do DHPP, segundo informações do delegado Vagner Alves da Cunha, a mulher primeiro implorou para não ser identificada, pois tinha medo de morrer. Na ligação ela conta todas as informações dizendo que André do Rap tinha ligações com a máfia italiana Ndrangheta.

A mulher contou tudo que sabia para o delegado, disse que os mafiosos Nicola Assisi e Patrick Assisi, pai e filho, ambos da Ndrangueta, tinham se instalado havia alguns anos em São Paulo para fugir da Justiça italiana. Segundo ela, os dois criminosos foragidos eram considerados “troféus” pela polícia da Itália.

Segundo o delegado, a informante também informou que André do Rap havia firmado um pacto entre o PCC primeiro comando da capital com os dois mafiosos para remessas de grandes quantidades de drogas para a Europa. A mulher informou que tinha duas mulheres que estavam envolvidas com Patrick Assisi.

Assim que as informações foram repassadas os Policiais do DHPP foram ao endereço em 15 de setembro de 2019. Além de André do Rap, foram presos dois homens da quadrilha dele. Os três têm passagens pela Polícia Federal e foram condenados por narcotráfico na Operação Oversea, deflagrada em 2014.

*Informações do UOL.

Comentários