Cotidiano

Suspeito de matar funcionárias de motel morre em confronto com a polícia

Suposto autor do duplo homicídio teria deixado a prisão um dia antes do crime, e deixou um bilhete no qual afirmava que o crime foi motivado por vingança

diario da manha
Vítimas foram identificadas como Cleide Cavalcante e Simone Garcia. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O suspeito de matar e jogar os corpos de duas funcionárias de um motel dentro de uma cisterna em Caiapônia, morreu em confronto com a polícia na noite da última segunda-feira (14/9). O indivíduo foi identificado como Tony Henrique Peres Silva e o mesmo já tinha passagens pela polícia, além disso o rapaz tinha deixado a prisão no dia anterior ao crime.

No último domingo (13) as funcionárias do motel identificadas como Simone de Jesus Garcia, de 53 anos, e Cleide Fernandes Cavalcante, de 52, estavam trabalhando no estabelecimento quando foram feitas de refém pelo suspeito, que não satisfeito em roubar o dinheiro que encontrou no local, matou as duas funcionárias e jogou os corpos das vítimas dentro de uma cisterna.

O caso começou a ser investigado depois que os familiares das vítimas entraram em contato com a polícia, e relataram o desaparecimento das duas. Uma equipe policial esteve no motel, mas encontrou o estabelecimento fechado. Após entrar em contato com o dono do motel, o mesmo foi para o local com cópias da chave do local.

Vídeo das câmeras de segurança mostra o momento que uma das funcionárias do motel é rendida

Dentro do motel os policiais conseguiram verificar marcas de sangue, e não encontraram uma quantia de R$ 1.500,00 que havia sido levada pelo autor do crime. A polícia usou imagens das câmeras de segurança para tentar desvendar o que teria acontecido com as funcionárias do local, nas filmagens é possível ver que o momento que uma das vítimas é rendida.

Além dos corpos encontrados dentro da cisterna, a polícia encontrou também um bilhete com um recado, no qual o suposto autor do crime afirmou que a motivação foi vingança, mas não convenceu a equipe policial. Antes de fugir do motel com o dinheiro, o suspeito ainda arrancou parte das câmeras do circuito de segurança.

Durante as buscas para encontrar o suspeito, o mesmo foi encontrado na zona rural da cidade, e entrou em confronto com a polícia, mas foi baleado e morreu no local.

Comentários