Cotidiano

Homem ejacula durante exame de próstata e atira no médico

diario da manha

Um homem de 56 anos atirou no médico por ter ejaculado durante realização de um exame de próstata. Caso aconteceu na Flórida, Estados Unidos.

De acordo com o Bok Daily, Milo Johanson é vendedor de carros em Jacksonville, no estado norte-americano, e está desaparecido desde 22 de agosto, dia do crime.

Dr. Smith sobreviveu aos dois tiros no peito e está totalmente recuperado. O médico contou que há 30 anos realiza o procedimento e que não tem a ver com sexualidade.

Leia também: Homem usa cobra como máscara de proteção em ônibus

“A próstata é como um ponto G masculino e carrega sêmen, é muito sensível, então quando é tocada e massageada você tem orgasmo quase sem esforço. A próstata só é acessível por meio do ânus e isso não é muito confortável para muitos homens”, disse.

O médico também falou que tentava explicar que ejacular no processo do toque retal era uma coisa normal, mas ele estava revoltado e efetuou os disparos.

Sua namorada de 29 anos disse que ele era extremamente homofóbico e que não gostava que tocassem nele. “Ele odiava homossexuais, eu sabia disso, mas atirar? Nunca pensei que ele fosse tão longe”, relatou.

Leia também: Ao vivo, repórter da Globo se desequilibra e cai em rio

*Com informações do Metrópoles


Comentários