Cotidiano

Estudo comprova a ineficácia da cloroquina no tratamento da COVID-19

Os resultados mostram que o medicamento não possui nenhum efeito no combate a COVID-19, alguns voluntários apresentaram efeitos colaterais.

diario da manha

Um estudo realizado pelos cientistas da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, comprovam a ineficácia da cloroquina no tratamento da COVID-19. Os resultados foram divulgados nesta quarta-feira (30) no no Jama Internal Medicine periódico da Associação Médica Americana.

Ao todo 125 profissionais da saúde foram voluntários da pesquisa, 64 foram medicados com a cloroquina, e 61 foram medicados com placebo, durante dois meses. Com o fim dos estudos ficou comprovado que não obteve resultados satisfatórios na recuperação dos pacientes. Ainda foi registrado que, dos pacientes tratados com a cloroquina, tiveram mais resultados colaterais do que os que foram tratados com placebo, cerca de 32% tiveram alguma reação, o principal sintoma que esses pacientes apresentaram foi diarréia.

Anteriormente um estudo havia sido feito pela revista científica The New England Journal of Medicine, em junho deste ano, e apontaram os mesmos resultados que a pesquisa atual. Não foi necessário testar os 200 voluntários que estavam disponíveis já que na primeira remessa de testes mais de 100 pessoas já haviam apresentados resultados negativos quanto ao tratamento com o medicamento hidroxicloroquina, a pesquisa foi encerrada, já que seria antiético prosseguir com a mesma, matematicamente, os resultados não seriam alterados.

Comentários