Cotidiano

Professora cria máscaras de proteção divertidas para crianças, no DF

diario da manha

Para incentivar as crianças a se protegeram do coronavírus, a professora da rede pública no Distrito Federal, Mônica Aparecida de Borba, de 45 anos, resolveu criar um acessório, como “face shield”, que cobre o rosto todo, fazendo referência aos super-heróis. As máscaras de acrílico acompanha um pano, é fundamental para proteger.

Mônica relata que começou a fazer os acessórios com temas do Batman, Mulher-Maravilha e Homem-Aranha para as crianças da família e logo surgiram os pedidos. Segundo ela, o movimento se tornou um acréscimo de renda. Ela vende cada máscara por R$ 20 e comemora que já vendeu cerca de 60 itens.

A professora afirma que pensou em uma forma mais divertida para que as crianças se protejam, se identifiquem e brinquem com elas. O retorno das crianças foi rápido, Maria Fernanda, de 6 anos, escolheu a dela pensando no desfile de máscaras que terá na volta às aulas. “Eu vou ser a Mulher Maravilha.”

A menina entende que deve usar também a de tecido por baixo para garantir a proteção, além de lavar as mãos e usar álcool. A mãe da criança, Jessica Ferreira, afirma que a filha tinha dificuldade em usar a máscara de proteção, mas agora é como brincadeira. “A criança não tem o mesmo cuidado que o adulto, por isso, achei genial a ideia.”

Produção e uso das máscaras

Na última sexta-feira (5), a Organização Mundial de Saúde (OMS) desenvolveu novas condições em que as máscaras de pano devem ser produzidas e usadas para melhor combater a disseminação do coronavírus.

As novas orientações são:

  • O uso de máscaras por todas as pessoas onde a transmissão da doença for ampla e em locais em que o distanciamento social não é possível, como no transporte coletivo;
  • O uso de máscaras médicas para todas as pessoas que trabalham nas áreas clínicas de uma unidade de saúde, não somente para os trabalhadores que lidam com pacientes com Covid-19;
  • Pessoas com 60 anos, ou mais, ou com doenças pré-existentes, devem usar máscaras médicas em situações em que o distanciamento físico não é possível, em áreas com transmissão comunitária.

Confecção das máscaras de pano:

  • As máscaras devem ter, idealmente, ao menos três camadas de tecido;
  • A camada exterior deve ser confeccionada por um material resistente à água, como o polipropileno, poliéster ou uma mistura deles;
  • A camada do meio deve atuar como um filtro e pode ser produzida de um material sintético, como o polipropileno, ou de uma camada extra de algodão;
  • A camada interior deve ser composta por um material que absorva a água, como o algodão.

Cuidados ao colocar e retirar a máscara

  • Lave as mãos com águas e sabão ou use álcool em gel antes de usar a máscara;
  • Observe a máscara antes de colocá-la: se estiver estragada ou suja, não use;
  • Coloque a máscara de forma que ela cubra a boca, o nariz e o queixo. Certifique-se de que não há espaços entre o seu rosto e a máscara;
  • Não toque na máscara enquanto estiver usando, para evitar contaminação;
  • Caso toque na máscara, limpe as mãos;
  • Antes de retirar a máscara, lave as mãos com água e sabão ou use o álcool;
  • Ao retirar a máscara, incline-se para a frente e pegue na máscara pelos elásticos, na parte que está atrás da orelha;
  • Ao retirá-la, lave as mãos novamente;
  • Caso a máscara seja de pano, lave com sabão e água, de preferência quente.

*Com informações do G1

Comentários