Brasil

Homem mata mulher e morre após ser linchado por populares

diario da manha

Adriana Aparecida da Silva (42), era auxiliar de enfermagem, e foi covardemente assassinada a facadas, em Jundiaí, no interior de São Paulo, o acusado do crime foi linchado por populares.

O suspeito do crime é o borracheiro Clayton Ribeiro (38). A polícia relatou que a vítima seguia de moto pela avenida São Paulo quando foi abordada pelo homem.

Adriana tentou fugir, mas foi golpeada com pelo menos 18 facadas, procurada, a família da vítima relatou que ela e o suspeito não tinham nenhum tipo de relação e se conheciam apenas de vista.

“Ele tinha uma paixão por ela e não era correspondido. Hoje, ele teria abordado Adriana para conversar e já a agrediu com golpes de faca”, explicou a polícia.

LEIA TAMBÉM:

Comentários