Cotidiano

Guarda Civil atira contra a própria cabeça durante "brincadeira" entre amigos

diario da manha
Foto:Reprodução/Ilustrativa/TV Globo

É grave o estado de saúde do Guarda Civil Metropolitano (GCM) de Goiânia Robson Antônio de Assis Dalberto, de 46 anos, que acabou ferido com um tiro de pistola na cabeça durante uma “brincadeira” entre amigos. Ele foi socorrido e segue internado no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugol). A unidade informou que o estado do paciente é considerado gravíssimo.

O caso ocorreu na madrugada desta terça-feira, 14, na casa em que a vítima mora, no Centro da capital. Informações preliminares publicadas pelo Portal Mais Goiás, afirmam que Robson bebia em casa com amigos quando em uma “brincadeira”, retirou o carregador de uma pistola calibre 380, apontou para a própria cabeça e, imaginando que a arma estivesse descarregada, disparou.

Através de nota, a assessoria de imprensa da GCM informou que o guarda estava afastado do serviço há dois meses para tratamento de saúde, e que, no momento do suposto dispato acidental, não estava com a arma da corporação.

Os amigos que presenciaram o ocorrido foram ouvidos pela pela Polícia Civil na Central de Flagrantes. Todos foram liberados.

Aguarde por mais informações.

Comentários