Cotidiano

Encontrado em cela com detento, menino de 11 anos é levado para abrigo

diario da manha

O garoto de 11 anos encontrado dentro da cela de um suspeito de estupro foi levado a um abrigo para crianças e adolescentes nesta quarta-feira(04/10). A polícia deu início ao inquérito e o adolescente, os pais e o preso já foram ouvidos. De acordo com o delegado Jarbas Lima, do 14° Distrito Policial, ao menos dois crimes já são configurados: abandono de incapaz e ato vexatório contra a vítima.

Segundo informações da Folha, o menino foi levado pelo próprio pai que disse confiar no detento pois ficaram na mesma cela durante 2 anos enquanto também cumpria pena por estupro. Em depoimento, ele informou que não viu perigo em deixar o filho. “Eu não sabia que ele era estuprador, ele me enganou e me disse que tinha apenas matado a mulher”, disse o pai do garoto.

O menino afirmou não ter sido a primeira vez que dormiu na penitenciária Colônia Agrícola Major César Oliveira. Em outra ocasião, ele teria passado a noite com a família (mãe e irmãos) na cela do pai. Além disso, comentou que o preso auxilia financeiramente a família e que o detento teria lhe prometido um videogame.

No entanto, o pai nega ter recebido dinheiro para deixar o filho na penitenciária. “Ele [o preso] dá algumas coisas para a gente comprar arroz, feijão”, disse à reportagem. Questionada, a mãe do garoto informou à polícia que não autorizou a situação.

A criança contou ainda que assistiu televisão e que depois ele e o detento foram dormir. Informou também que “não foi tocado pelo preso e não sofreu abuso”. O preso negou ter abusado do menino, porém, não quis falar sobre o caso.

Comentários

Mais de Cotidiano