Cotidiano

Criança tem 90% do corpo queimado após entrar em subestação da Celg em Goiânia

diario da manha

Foto:Reprodução/Celg

É gravíssimo o estado de saúde do menino Carlos Daniel, de 11 anos, que teve cerca de 90% do corpo queimado, no início da tarde de ontem, 17, após receber uma descarga elétrica dentro de uma subestação da Companhia Energética de Goiás (Celg), localizada no Setor Jardim Atlântico, em Goiânia.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a criança foi encontrada já em estado grave, porém consciente. Ela foi levada ao Hospital de Urgência Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) e conforme a unidade, o paciente segue internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital, sedado e respirando com auxílio de aparelhos.

Familiares da vítima relataram que o menino entrou no local atrás de uma pipa, mas não souberam informar como ele teria entrado na subestação.

Através de nota, a Celg informa que lamenta “profundamente” o ocorrido e destaca que já “está acompanhando o caso”. No texto, a empresa esclarece que o acidente ocorreu após a criança acessar “sem autorização, as instalações da subestação, apesar de haver um muro no local e sinalização sobre os riscos de acidentes elétricos”.

Comentários

Mais de Cotidiano