Cotidiano

Goiânia é 2ª melhor capital no Índice de Bem-Estar Urbano, diz levantamento

diario da manha

Goiânia é a segunda melhor capital do país. É o que afirma o Índice de Bem-Estar Urbano (IBEU), levantamento realizados pelo Observatório das Metrópoles. De acordo com o IBEU, o levantamento foi realizado em decorrência das eleições municipais para oferecer um meio de avaliação e formulação de políticas públicas.

No levantamento, os dados indicam que os maiores problemas dos municípios brasileiros estão relacionados com a infraestrutura urbana. Os níveis da qualidade na pavimentação e iluminação pública estão ruins e muito ruins em 91,5% dos municípios. Já em relação à qualidade dos serviços coletivos urbanos, que são coleta de lixo, tratamento de esgoto, fornecimento de água e energia, mais de 50% dos municípios apresentaram níveis ruins e muito ruins.

Dos 5.565 municípios brasileiros, apenas 273 deles apresentaram melhores condições de bem-estar urbano, o que corresponde a 4,9% apenas. Conforme o IBEU, os municípios com melhores índices concentram-se na Região Sudeste.

Entre as capitais com melhores condições de bem-estar urbano, Goiânia ficou em segundo lugar, perdendo apenas para Vitória (ES). Em seguida, está Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS). Os últimos lugares no ranking das capitais com melhores condições de bem-estar urbano ficaram Belém (PA), em 25ª, Porto Velho (RO), em 26ª e Macapá (AP), em 27ª.

Fonte: Observatório das Metrópoles
Fonte: Observatório das Metrópoles

O Índice de Bem-Estar Urbano (IBEU) foi lançado em 2013 analisando apenas 15 principais metrópoles do país. Atualmente, o IBEU calcula a qualidade do bem-estar urbano em todos municípios com base nos dados do Censo Demográfico de 2010. Apesar da diferença de seis anos, o Observatório das Metrópoles afirma que o levantamento pode refletir ainda as condições urbanas da maioria dos municípios brasileiros.

Comentários