Cotidiano

Diretor de instituto de ensino é indiciado por oferecer cursos em pareceria com universidades que negaram vínculo

diario da manha

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) junto à Polícia Civil apresentou nesta quinta-feira, 21, o diretor administrativo Wilson José de Araújo, indiciado a partir de uma investigação que apurou um esquema de estelionato envolvendo a instituição de ensino Milenium de Educação e Cultura (IMEC), que fica localizada no Centro de Goiânia.

De acordo com a polícia, a instituição oferecia cursos de complementação em graduação para licenciados em educação física e pedagogia com o objetivo de obtenção do título de bacharelado, mediante convênio com universidades sediadas em outros estados.

Ao longo das investigações, a corporação apurou que várias das universidades supostamente conveniadas, não possuíam nenhum vínculo com o IMEC, além de negar as parcerias.

Ainda de acordo com a polícia, os alunos que concluíram os cursos foram impedidos de exercer a profissão, uma vez que não conseguiram emitir os certificados junto a seus respectivos Conselhos de Classe.

Além do indiciamento, a corporação pediu ao judiciário que outras medidas cautelares sejam aplicadas para impedir que a instituição de ensino funcione até que o inquérito seja concluído.

Comentários

Mais de Cotidiano