Cotidiano

Crianças refugiadas sofrem maus-tratos durante viagem

Muitos menores estão chegando à Europa desacompanhados dos pais

diario da manha
(foto/reprodução)

Em busca de melhores condições aos filhos, pais pagam contrabandistas para os levarem para a Europa em segurança. Mas, autoridades relatam que os menores estão chegando feridos, sujos, com fome e muitas vezes com sinais de estupro.

Jovens com lesões graves chegam todos os dias em um centro que acolhe refugiados em Malmo, Suécia. Os responsáveis relataram que chegam crianças sem audição devido a tapas, fraturados após caírem ou serem espancados. Além de alguns terem perdidos seus irmãos no caminho. Muitos morreram.

Estima-se que chegue a cidade cerca de 50 crianças por dia, o que faz as autoridades temerem falta de recursos.

A Suécia, hoje, é o país que mais acolhe refugiados, principalmente menores, e dizem, que se bem cuidados eles conseguem seguir adiante com suas vidas. O auxílio de psicólogos está sendo essencial para o tratamento deles, mais da metade traumatizados.

Comentários