Coronavírus

Goiânia: vereador cria proposta de inclusão de gestantes e puérperas no grupo prioritário de vacina contra Covid-19

Vereador Ronilson Reis, autor da proposta, argumenta que é alto o índice de óbitos por coronavírus em pessoas com esse perfil

diario da manha
Imagem ilustrativa de vacina na gravidez (Foto: Getty Images)

Na manhã desta terça-feira (20), o vereador Ronilson Reis (Podemos), apresentou no plenário da Câmara Municipal de Goiânia, a proposta para a inclusão das gestantes e puérperas no grupo prioritário da campanha de vacinação contra a Covid-19 na capital.

O crescente número de gestantes contaminadas pela Covid-19 e o agravamento do quadro clínico são fatores que motivaram o vereador a apresentar o projeto. Ronilson explica que o Brasil, atualmente, ocupa ocupa o primeiro lugar em mortalidade de pessoas gestantes e puérperas por Covid-19 no mundo, e que, diariamente, até mesmo em Goiânia, há casos de gestantes que perderam a vida na luta contra a doença.

“É um preocupação crescente e não podemos agravar ainda mais. Mulheres grávidas estão perdendo a vida. Precisamos dar uma resposta urgente”, afirma Ronilson. Ele observou, ainda, que o risco aumentado às gestantes e puérperas está relacionado à imunodeficiência relativa associada a adaptações fisiológicas durante o período da gravidez.

Com base em uma pesquisa realizada por enfermeiras e obstetras brasileiras ligadas ao Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), à Universidade Estadual Paulista (Unesp), à Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a maior parte das complicações decorrentes da COVID-19, que acarretam óbitos e consequências graves para as pacientes, ocorrem durante o estado puerperal.

Comentários