Brasil

Estados dizem ter estoque de seringas para início de vacinação contra Covid-19

Dados foram enviados pelo Ministério da Saúde ao STF, mas segundo estados com números errados e agora os governos estaduais esperam uma retificação do ministério

diario da manha
Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde enviou dados sobre a quantidade de seringas nos estados para o início da vacinação contra a Covid-19, e citou que sete deles não teriam quantidade de material suficiente para o processo de imunização. Entretanto, os secretários de Saúde dos estados citados no relatório do ministério, afirmaram que os números enviados ao Supremo Tribunal Federal (STF) estão errados.

Entre as federações citadas estão Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Santa Catarina, que conforme o relatório enviado ao STF não tem insumos suficientes para o início da vacinação contra a Covid-19.

Diferente do relatório enviado pelo Ministério da Saúde, os governos dos estados citados alegam que tem número suficiente de seringas e agulhas para dar início a campanha de vacinação e querem que o ministério faça a retificação do relatório enviado para o STF.

Além de alegar que tem estoques suficientes para vacinação contra Covid-19, governos estaduais informaram a compra de mais insumos

A secretaria de Saúde da Bahia afirmou que não tem apenas 232 mil seringas como foi apontado no relatório, no entanto tem 10,2 milhões. E complementou a informação dizendo que foram comprados mais 19,8 milhões de seringas e agulhas, em que quatro milhões devem ser entregues nos próximos 15 dias e mais quatro milhões em fevereiro e o restante em abril, maio e junho.

O governo de Pernambuco disse que tem 3,9 milhões de materiais, e que deve receber mais 2,8 milhões até o fim do mês, e 7,5 milhões foram compradas e vão chegar ao estado até o fim de fevereiro, somando assim 14,2 milhões de unidades. Porém, segundo o Ministério da Saúde aponto no relatório Pernambuco tem apenas 1,2 milhão de seringas e agulhas.

Os outros estados citados pelo Ministério também afirmaram ter quantidade suficiente para dar início a campanha de vacinação contra Covid-19.

Comentários