Coronavírus

Teste rápido desenvolvido pela UFG detecta coronavírus pela saliva

Segundo a instituição, exame fica pronto em menos de duas horas, identifica a presença do vírus já no 1º dia de sintomas e tem baixo custo. Teste está em fase final de validação, e depois, seguirá para aprovação da Anvisa

diario da manha
UFG realiza teste rápido em funcionários da CMTC- Exame detecta casos de Covid-19 pela saliva - Foto: (Divulgação/CMT)

Novo teste para a Covid-19 que é capaz de detectar o vírus pela saliva foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG). De acordo com os pesquisadores o exame é rápido, barato e capaz de identificar a presença da doença já no primeiro dia de sintomas. Além disso, a instituição afirma que o resultado sai em menos de duas horas, o que possibilita o tratamento e o isolamento do paciente logo no início da infecção.

A pesquisa é realizada desde março pelos institutos de Química e de Ciências Biológicas da UFG. Segundo Gabriela Rodrigues Mendes Duarte, coordenadora do projeto, que foi batizado de RT-LAMP, os testes estão em fase de validação.

Só na última quinta-feira (22), cerca de 140 funcionários da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) e da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) passaram pelos testes. A escolha do grupo foi feita principalmente por conta da alta exposição ao risco de contaminação pelo vírus, como explica a pesquisadora.

UFG realiza teste rápido em funcionários da CMTC- Exame detecta casos de Covid-19 pela saliva – Foto: (Divulgação/CMT)

“Nós estamos comparando o novo teste com o RT-PCR, considerado padrão ouro para diagnóstico da Covid19. Até o momento, os resultados concordaram 100% com a RT-PCR”, afirmou a pesquisadora.

De acordo com a pesquisadora, após finalizada a fase de validação, que deve acontecer nos próximos dias, o resultado será enviado para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que o teste possa ser aprovado e, em seguida, disponibilizado em larga escala.

Quanto ao fornecimento do novo teste para a população, a Secretária de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO) informou que é preciso aguardar a validação do teste antes de definir qualquer uso.

Rapidez e custo baixo

Gabriela explica que umas das vantagens do teste, é o seu custo baixo e a simplicidade para obter o resultado com relação aos outros exames que já estão disponíveis. Segundo a pesquisadora o resultado do RT-LAMP pode ser realizado em um tempo inferior a duas horas, enquanto um teste baseado em PCR leva cerca de 6 horas.

Já o custo do teste, é cerca de 10 vezes menor do que o PCR, além de não necessitar de instrumentação cara, pois a reação ocorre em temperatura constante.

conforme a pesquisadora, a reação de amplificação do RNA é realizada em 30 minutos. A leitura dos resultados é colorimétrica, a qual permite a detecção simples e rápida, feita a olho nu.

Comentários