Coronavírus

Testes da primeira vacina em spray nasal são autorizados

O projeto da imunização é uma parceria das universidades de Xiamen e Hong Kong com a empresa de biotecnologia Wantai, situada em Pequim. Além da imunidade contra o novo coronavírus a vacina também forneceria proteção contra a gripe.

diario da manha
Foto: Reprodução/BMJ

Os testes em humanos com uma possível vacina contra a Covid-19 por via nasal foram autorizados pela China, conforme informações divulgadas ontem (11) pelo site Sina e repercutidas pelo R7. O projeto da imunização é uma parceria das universidades de Xiamen e Hong Kong com a empresa de biotecnologia Wantai, situada em Pequim. A ação foi autorizada pela Administração Nacional de Produtos Médicos.

A primeira fase da testagem clínica começará em novembro. Cem voluntários serão testados em Dongtai, na província de Jiangsu. Conforme a reportagem, além da imunidade contra o novo coronavírus a vacina também forneceria proteção contra a gripe.

Isso porque fragmentos de espícula (proteína que forma “corona”, nome do agente infeccioso), do SARS-Cov-2 têm sido utilizasse em vírus reduzidos da gripe sazonal comum, como explica a matéria.

De acordo com especialistas apontados pela imprensa local, existe a garantia de que as três fases dos testes sejam finalizadas em pelo menos um ano.

Segundo o R7, a expectativa dos cientistas é que o spray nasal reproduza o caminho comum da transmissão do vírus respiratório e assim provoque uma resposta do organismo. No entanto, os pesquisadores não sabem se a duração da imunidade seria maior ou menor que a vacina injetável.

Conforme o site, dentre os efeitos colaterais esperados estão: congestão nasal, asma ou falta de ar.

Comentários