Coronavírus

Agravamento da pandemia é temido pela França

“A estabilidade é frágil e podemos avançar a qualquer momento para um cenário menos controlado, como na Espanha, por exemplo", alertou o Conselho Científico ao governo francês nesta terça-feira (4)

diario da manha
Foto: AFP

O Conselho Científico, órgão que adverte o governo francês, alertou a atual gestão nesta terça-feira (4) sobre o aumento do número de casos de Covid-19 durante as férias de verão. Acrescentou ainda a preocupação de que a França enfrente um surto descontrolado da pandemia. As informações são da agência AFP e foram publicadas pela revista IstoÉ.

Conforme a reportagem, a mensagem do conselho aponta que “o vírus circula mais ativamente, devido a uma queda acentuada das medidas de distanciamento”. “A estabilidade é frágil e podemos avançar a qualquer momento para um cenário menos controlado, como na Espanha, por exemplo”, complementou.

De acordo com a matéria, apesar do número de mortes continuar menor do que o registrado no ápice da pandemia, durante a primavera, há outros dados que levam os representantes do país a ficarem atentos.

O número referente aos casos foi o primeiro a crescer. Entre os dias 20 e 26 de julho aumentou 54%, chegando a 5.692. Além disso, ultrapassou as mil novas infecções diárias.

Segundo a reportagem, o número de pacientes com Covid-19 que se encontram em terapia intensiva subiu. De acordo com a Diretoria Geral de Saúde, 384 pacientes estão em estado grave.

O Conselho Científico recomenda que os franceses respeitem as medidas de combate ao coronavírus. O presidente da França, Emmanuel Macron, também reforçou por meio de uma mensagem enviada de Toulon, cidade francesa, a importância da continuidade de ações contra a Covid-19.

“Ainda estamos no período da COVID-19 e, portanto, é importante que continuemos a respeitar as medidas de proteção, usar máscaras, lavar as mãos regularmente com álcool em gel e se prevenir”.

Comentários