Coronavírus

Brasil atinge platô diz diretor da OMS

As declarações foram feitas pelo chefe de programa de emergência da OMS, Mike Ryan

diario da manha
Foto: Reprodução

De acordo com as declarações feitas nesta sexta-feira (17) pelo chefe de programa de emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, o Brasil parece não demostrar mais o crescimento exponencial das infecções provocadas pelo novo coronavírus e teria atingido o platô.

Ryan deu as declarações em uma coletiva de imprensa e afirmou que o fator “R” – mostra que o número de pessoas que cada pessoa pode infectar, pode estar entre 0,5 e 1,5 nos estados brasileiros e que a confirmação de casos chegou a um platô entre 40 a 45 mil por dia.

Conforme as declarações do diretor da OMS, o vírus não está dobrado como antes, e por essa razão não há um aumento exponencial. Ryan acrescentou ainda que “não há nenhuma garantia de que o vírus vai cair por si só”.

O Brasil registra mais de dois milhões de casos da doença, e chegou a esse número cinco meses depois da primeira pessoa confirmada com o coronavírus.

Na última quinta-feira (16) o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) confirmou um total de 45.203 casos, que fez com que o país chegasse ao total de 2.012.151 casos da doença no Brasil. Apesar dos dados divulgados, autoridades de saúde do país afirmam que o número pode ser maiores do que os divulgados em função da falta de testes em larga escala e das subnotificações.

*Com informações do Terra


Comentários