Coronavírus

Rússia começa a produzir vacina contra covid-19 em setembro

diario da manha
Foto: Reprodução

A Rússia anunciou na noite do último sábado (13) que vai começar a produzir em larga escala, a partir de setembro deste ano, uma vacina contra o novo coronavírus, responsável por provocar a covid-19, que infectou mais de meio milhão de pessoas em território russo.

De acordo com a publicação do portal de notícias R7, os testes clínicos terão início em Julho, e o registro dos testes está previsto para o mês de agosto, com a produção da vacina tendo início em setembro deste ano. A informação foi confirmada pela vice-primeira-ministra da Rússia, Tatiana Gólikova durante uma entrevista coletiva.

A publicação dá conta que o Centro Nacional de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia Gamalei, trabalha em conjunto com o Ministério da Defesa, vai ser o responsável pela produção da vacina.

O Ministério da Defesa afirmou que ao menos 50 soldados, sendo 45 homens e cinco mulheres, se voluntariaram para participar dos testes clínicos da vacina no Centro de Pesquisa Científica.

De acordo com o governo russo ao todos dez centros científicos no país trabalham no desenvolvimento de vacinas e outros medicamentos para o combate da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, entre os centros estão a Universidade Estatal de Moscou.

Processo para vacina contra covid-19 foi acelerado após ordem do presidente russo

Vale lembrar que em maio deste ano, o presidente russo Vladimir Putin, mandou que o processo para a criação de uma vacina contra a doença fosse acelerado.

O diretor do Gamelei, Alexandr Ginsburg, afirmou que a Universidade de Moscou, trabalha em uma vacina de vetor, tendo como base o DNA de um adenovírus do tipo SARS-CoV-2.

Conforme suas declarações, essa vacina já chegou a ser testa, em voluntários do centro e todos pacientes apresentaram melhoras e desenvolveram imunidade ao vírus.

Comentários