Coronavírus

Heróis do Covid-19

Com direito até a hino de time de futebol. Moradora de Santana de 88 anos consegue superar a Covid-19.

diario da manha
Foto: Reprodução

Nas unidades de saúde de Macapá e Santana vários pacientes foram curados da Covid-19, motivo de alegria de famíliares que os buscam e dos profissionais que estavam na linha de frente. Considerados heróis por conseguirem vencer a difícil luta, servem de incentivo a outros que ainda estão passando pelas mesmas dificuldades.

As unidades de atendimento ao Covid 1 e 2 em Macapá e o Centro 3, em Santana, pertencem a rede estadual de saúde do Governo do Amapá e, em todos os protocolos de enfrentamento ao coronavírus são usados com sucesso as drogas hidroxicloroquina e ivermectina.

Para o diretor- técnico do Covid 3, André Franco Ribeiro ” temos alcançado sucesso no tratamento desses pacientes pelo uso de medicamentos potentes, pelo empenho da equipe e pelos equipamentos de última geração que o governo do estado colocou nessas unidades”, afirmou.

A aposentada Oscarina Vinhas, 88 anos, comemorou com famíliares na porta do Centro de Atendimento ao Covid de Santana, na manhã desta sexta-feira (5), quando recebeu alta. Oscarina foi internada na Unidade Básica de Saúde Marcelo Cândia, no dia 29 de maio. Ao ser acolhida pelos famíliares ela acenou e agradeceu o carinho de todos que a esperavam com faixas e balões.

Foto: Reprodução

Suas filhas e netas elogiaram o tratamento dispensado à matriarca e agradeceram as equipes médica e multidisciplinar pelo empenho e dedicação.

“Houve um momento em que só tínhamos esperança em Deus e na equipe de médicos e enfermeiros que cuidaram dela, porque chegou aqui em estado grave e hoje está viva e voltando para casa. Em todos os momentos tivemos notícias dela passadas pela equipe”. Oscarina foi tratada com o coquetel Covid-19 que é protocolo das unidades da rede estadual, com destaque para azitromicina.

Outro exemplo de vitória contra a Covid-19 é o morador de Macapá, Antônio Carlos de Amaral, de 58 anos. Ele foi encaminhado para o Centro Covid-3 em Santana após triagem na UBS Lélio Silva. Morador do bairro Trem, ele ficou 12 dias internado na unidade e também fez uso dos medicamentos prescritos no protocolo.

Foi motivo de festa pelos profissionais e famíliares que o esperavam do lado de fora, em grande estilo, ao som do hino do Clube de Regatas Flamengo, time do coração de Antônio Carlos.

“Nós agradecemos muito todo o empenho que tiveram com ele e pedimos a proteção de Nossa Senhora para vocês que estão enfrentando essa dura batalha aí”, disse a esposa de Antônio Carlos, dona Jesus. Outro familiar do paciente recuperado afirmou que os profissionais que cuidaram de Antônio são “os anjos da guarda da população de Santana”.

SUS: Sistema Único de Saúde

A assistente social Clara Maria Silva dos Passos, 65 anos, foi contaminada pela Covid-19 junto com seus três filhos, moradores do bairro Novo Buritizal, sendo a única com agravamento do quadro. Ela foi internada na UPA Zona Sul, na terça-feira, 26 de maio. Clara saiu da fase mais crítica e agradeceu os profissionais que cuidaram dela na unidade. Segundo ela “estão sabendo realizar uma prestação de serviço de saúde de qualidade e respeito a coisa pública. Mostrar que é possível levar uma assistência para a população”, argumentou.

De acordo com a diretora-geral da UPA Zona Sul a unidade tem servido de apóio para atendimento a casos de Covid-19 e com atenção segue os mesmos protocolos que o Governo do Amapá definiu para enfrentamento ao coronavírus. “Estamos nos valendo de drogas importantes como hidroxicloroquina, azitromicina, ivermectina e outros. Tudo isso para garantirmos o maior nível de excelência no tratamento e preservação de vidas de nossa população”, finalizou.

*Com informações do Diário do Amapá.

Comentários