Coronavírus

Escalonamento do comércio em Aparecida começa nesta segunda-feira, 08

diario da manha

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia informa que, por motivos técnicos, foi necessária a alteração de funcionamento de seis macrozonas da cidade. As macrozonas Centro e Expansul, não abrem seus comércios e serviços nas quartas-feiras; Santa Luzia e Papillon Park fecham nas quintas-feiras; e as macrozonas Cidade Livre e Buriti Sereno às sextas-feiras. O escalonamento regional entra em prática nesta segunda-feira, 08 de junho, e a cada dia da semana, uma macrorregião será fechada, evitando a circulação de pessoas nas ruas aumentando o isolamento social.

“Nosso objetivo é ampliar o isolamento social, alcançando a meta da 50% recomendada pela OMS, evitando assim o colapso do sistema público de saúde e preservar vidas”, pontuou o prefeito Gustavo Mendanha destacando também que a gestão vem, desde 22 de abril, construindo um plano de enfrentamento com maior previsibilidade de isolamento social e para combater a Covid-19 com aumento de leitos para tratamento e aumento da testagem na população de 15 exames por semana para cerca de 300 por dia com o drive-thru.

As 10 macrorregiões foram divididas em Jardim Alto Paraíso, Vila Brasília, Buriti Sereno, Expansul, Papillon Park, Santa Luzia, Zona da Mata, Centro, Cidade Livre e Garavelo. Os fechamentos regionais acontecerão um dia por semana, em duas macrozonas diferentes. Como mostra o quadro abaixo, nas segundas-feiras serão fechados os comércios, inclusive os essenciais como farmácias, padarias, distribuidoras e supermercados, nas macrorregiões da Vila Brasília e Jardim Alto Paraíso.

Nas terças-feiras não funcionarão os estabelecimentos das macrorregiões Garavelo e Zona da Mata; nas quartas ficarão sem abrir os comércios das macrorregiões Centro e Expansul; já nas quintas-feiras não abrem Santa Luzia e Papillon Park; por fim, nas sextas-feiras ficam fechados os estabelecimentos da região Cidade Livre e Buriti Sereno. Os Sábados e domingos não entram neste primeiro cenário do escalonamento, podendo abrir normalmente, mas atentos aos moldes do alvará de liberação de funcionamento de acordo com cada CNPJ.

“A maioria dos estabelecimentos funcionam até às 13h no sábado e domingo é comumente conhecido como dia de descanso onde apenas alguns serviços abrem. Por isso pedimos que a população se programe e não saiam às ruas, indo em outras regiões, nos dias de fechamento daqueles estabelecimentos dos bairros em que moram”, destacou o secretário de Saúde e coordenador do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, Alessandro Magalhães.

Comentários