Coronavírus

Resultados financeiros do Manchester United são afetados pela Covid-19

Balanço financeiro divulgado pelo clube inglês nesta quinta-feira (21) aponta que 16,7 milhões de euros em direitos de televisão não foram recebidos

diario da manha
Old Trafford estádio de futebol do distrito de Trafford, condato de Grande Manchester, Inglaterra. Sede do Manchester United. Foto: Phil Noble/Reuters

Em balanço financeiro publicado nesta quinta-feira (21) para o terceiro trimestre da temporada 2019-2020, o time inglês Manchester United mostrou que foi atingido por um impacto econômico, ocasionado pela pandemia do novo coronavírus. O levantamento aponta que 16,7 milhões de euros em direitos de televisão não foram recebidos. As informações são da agência AFP e foram destacadas pela revista IstoÉ.

O comunicado do clube, divulgado pela revista, enfatiza que “a receita em direitos de transmissão para o terceiro trimestre alcançou 26 milhões de libras (28,9 milhões de euros), uma queda de 51,7% em relação ao ano anterior, principalmente pela baixa de 15 milhões de libras (16,7 milhões de euros) reembolsados aos detentores” dos direitos do campeonato.

A diminuição do valor arrecadado também é justificada pela ausência da equipe da Inglaterra na Liga dos Campeões, além da suspensão da Premier League no dia 13 de março, segundo a reportagem.

Inclusive o Manchester considera que desde que o campeonato inglês foi interrompido as perdas com direitos de televisão chegaram aos 25,6 milhões de euros, de acordo com a matéria.

Conforme ressalta a IstoÉ, a Premier League pretende disputar os 92 jogos que restam entre junho e julho para conclusão da temporada. A autorização foi anunciada no dia 18 de maio durante uma reunião por videoconferência entre os clubes que participam da disputa. A decisão foi tomada de forma unânime, como enfatiza a Agência Brasil.

Já a Liga Europa, competição continental que conta com a participação do United, programa a fase de mata-mata para agosto, segundo o site.

Comentários