Coronavírus

Mundo paga 'preço alto' por estratégias divergentes de combate à pandemia, diz chefe da ONU

Antônio Guterres afirmou hoje (18) durante videoconferência na abertura da Assembleia Mundial da Saúde (AMS) que muitos países ignoraram as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter o novo coronavírus

diario da manha
Foto: Salvatore Di Nolfi/AP

Durante videoconferência nesta segunda-feira (18) na abertura da Assembleia Mundial da Saúde (AMS), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, disse que muitos países ignoraram as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter a disseminação da pandemia do novo coronavírus. Ele argumentou que “o mundo paga um preço alto por essas estratégias divergentes”. As informações são do G1.

Ele justificou apontando como resultado “que o vírus se espalhou pelo mundo e agora se dirige para países do sul, onde pode ter efeitos ainda mais devastadores”, como destaca o site. O secretário-geral complementou, sem citar nomes dos países em questão, que “corremos o risco de novos picos e ondas”.

Já o chefe da OMS, Tedros Adnanom Ghebreysus, disse que uma investigação “independente” será lançada “o mais rápido possível e no momento apropriado” para analisar a resposta à pandemia pela agência da ONU e seus Estados membros, como destaca o G1.

“Para revisar as experiências e lições aprendidas e fazer recomendações para melhorar a preparação e resposta nacional e global à pandemia”, realçou Tedros.

A reportagem realça que durante a transmissão o ministro interino da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, enfatizou que o país tem dimensões continentais e que cabe à pasta fazer ajustes nos protocolos para combater a propagação do vírus de acordo com a gravidade de cada região.

Conforme enfatiza a matéria, Pazuello declarou que os três níveis de governo devem dialogar, dando atenção especial ao Norte e Nordeste. Segundo o ministro interino, todos os recursos necessários serão oferecidos para minimizar os efeitos da pandemia.

O portal acrescenta que a reunião é promovida anualmente e reúne os 194 membros da OMS. Ela ocorre pela primeira vez de forma virtual devido à Covid-19.

Comentários