Coronavírus

Aparecida de Goiânia possui mais de 100 leitos para tratamento exclusivo da Covid-19 no HMAP

Em abril o Hmap colocou em funcionamento 30 leitos de UTI e 60 de semi-UTI para enfrentamento da doença. Agora chegam mais 20 respiradores com monitor para melhor atender a população

diario da manha

Dentre as estratégias adotadas pela Prefeitura de Aparecida de Goiânia de prevenção e enfrentamento ao novo Coronavírus na cidade, o prefeito Gustavo Mendanha e o secretário de Saúde, Alessandro Magalhães entregaram na manhã desta quinta-feira, 14, 20 novos respiradores mecânicos e monitores para o Hospital Municipal de Aparecida (HMAP). Os aparelhos irão ampliar o número de leitos já disponíveis para o tratamento exclusivo de pacientes que contraírem a Covid-19 na cidade e também nos municípios da região Centro-Sul.

Com a chegada desses novos equipamentos, Aparecida totaliza 63 leitos de UTI na rede pública da cidade para atendimento exclusivo de pacientes com Coronavírus. Os 20 respiradores se somam aos 90 novos leitos hospitalares para atendimento da população afetada pela Covid-19, entregues em abril deste ano pela administração municipal. Ao todo, segundo a Secretaria de Saúde, a cidade passa a totalizar 50 leitos de UTI no Hmap, 13 leitos de UTI em uma instituição privada, exclusivos para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e 60 Unidades Semi-intensivas (semi-UTI´s), também no Hmap.

“Estou muito orgulhoso do trabalho que temos desenvolvido no município para enfrentamento da Covid-19. Conseguimos montar e deixar prontos, em tempo hábil, 50 novos leitos de UTI no Hospital Municipal de Aparecida, que agora passa a ter 110 leitos exclusivos para tratamento do Coronavírus, com 60 semi-UTI´s. Uma estrutura montada que, segundo os estudos realizados pela equipe técnica da Prefeitura e de universidades, terá capacidade de atender às necessidades da nossa cidade durante a pandemia. Além disso, quando tudo isso passar, a estrutura continuará”, destacou o prefeito Gustavo Mendanha.

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Alessandro Magalhães, os 30 leitos de UTI entregues em abril já estão funcionando plenamente e os 20 novos leitos, que já estão com a estrutura totalmente pronta, começarão a funcionar conforme o avanço da demanda: “A Secretaria de Saúde tem acompanhado muito de perto as taxas de ocupação dos leitos de UTI da cidade, especialmente daqueles destinados ao tratamento prioritário da Covid-19, como é o caso desses novos 50 leitos. Essas taxas, aliada a todas as outras medidas adotadas pela Prefeitura, são determinantes para as decisões do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronovírus”.

Segundo informações do secretário, até a noite de ontem, a taxa de ocupação dos leitos municipais de UTI da rede pública para tratamento do Coronavírus era de 4% e da rede privada 29%. “Atualmente, Aparecida de Goiânia tem um dos melhores coeficientes de controle da Covid-19 no Brasil. Isso é resultado das ações preventivas que foram adotadas já no início de março. Todas essas medidas, que envolveram o poder público, o setor privado e a sociedade civil organizada, deram condições para o município se precaver. Nesse cenário, as taxas de ocupação dos leitos de UTI são um dos principais indicadores. ”, destacou o secretário. O gestor lembra também que a cidade possui outros 63 leitos de UTI (adulto e pediátrico) para as demais demandas da população.

Crédito das fotos: Rodrigo Estrela.

Comentários