Coronavírus

Aparecida de Goiânia intensifica a testagem de coronavírus com sistema drive-thru

Exames serão realizados em pessoas dos grupos prioritários com sintomas gripais, mediante agendamento pelo 0800-646-1590

diario da manha

Na tarde desta sexta-feira, 22 de maio, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia iniciou a testagem de coronavírus pelo método “drive-thru”, em que as pessoas não precisam descer de seus carros e motos para realizar o exame. O novo posto de coleta funcionará de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, no Jardim Boa Esperança, na Avenida C-6, ao fundo do Centro de Diagnósticos e Especialidades. Serão testadas diariamente, com agendamento prévio pelo 0800-646-1590, cerca 100 pessoas com sintomas de gripe que pertençam a grupos vulneráveis e prioritários. Os exames oferecidos são do tipo RT-PCR, considerado o melhor para esse tipo de diagnóstico. A ampliação da testagem na cidade é uma determinação do prefeito Gustavo Mendanha à Secretaria de Saúde.

“Os exames são os mesmos feitos nas UPAs. Mas, com o drive-thru, o nosso objetivo é reduzir o fluxo de pessoas nas unidades de urgência, evitando aglomerações. É importante destacar que só serão atendidos pacientes que tiverem realizado o agendamento prévio pelo 0800-646-1590. Essa é uma maneira de garantir o diagnóstico de forma segura e acessível”, explica o prefeito Gustavo Mendanha. O gestor também enfatiza que a ampliação da testagem permitirá ao município conhecer e enfrentar melhor a situação da pandemia em Aparecida de Goiânia.

O secretário de Saúde Alessandro Magalhães esclarece que a escolha das imediações do Centro de Especialidades para abrigar o primeiro drive-thru de testagem da cidade ocorreu para fortalecer o monitoramento na região do Garavelo, local com maior coeficiente de incidência da Covid-19. “Essa iniciativa do prefeito fortalece o monitoramento na região do Garavelo, que compreende bairros como Jardim Helvécia, Cardoso, Jardim Tropical, Buriti Sereno, Vera Cruz, Bairro Hilda, apontada pelo inquérito populacional realizado neste mês como a região de maior incidência da doença por número de habitantes”.

Comentários