Coronavírus

Salários de presidente e ministros do Uruguai são reduzidos para ajudar no combate à pandemia

Deve haver um corte de 20% no salário tanto do presidente como dos ministros, parlamentares e pensionistas. Valor arrecadado será investido no Fundo Coronavírus

diario da manha
Foto: DW / Deutsche Welle

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, anunciou na quinta-feira (26) uma medida para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus. Deve haver um corte de 20% no salário tanto do presidente como dos ministros, parlamentares, além de pensionistas. Diretores de organizações autônomas e dos serviços descentralizados do país também vão participar da determinação, conforme o site Terra.

O que for arrecadado com a ação será investido no Fundo Coronavírus. Ele ainda deve contar com dinheiro dos salários e dos fundos de pensão de funcionários públicos e também de ex-presidentes da República, que recebem mais de 80.000 pesos mensais. Esse valor representa cerca de R$9.400.

Quando tomou posse no início de março, dando fim a 15 anos de governos de esquerda no país, o presidente prometeu um “governo incansável“. O político de centro-direita está à frente de um país com 238 casos confirmados de coronavírus, no entanto sem mortes.

*Com informações do Terra e Diário Popular.

Comentários