Ciência

Pesquisas apontam consequências do uso excessivo de eletrônicos por crianças

diario da manha
foto reprodução site Bem Mais Seguro.com

Dois institutos da América do Norte realizaram uma série de estudos sobre o uso de smatphones e tablets por crianças. A Sociedade Canadense de Pediatria e Academia Americana de Pediatria chegaram a conclusão de que há diversos problemas que podem ser causados pelos aparelhos usados por crianças de até 12 anos.

Segundo a pesquisa podem ser desencadeados problemas de desenvolvimento cerebral já que o cérebro das crianças está em processo de formação e cresce muito rapidamente nos primeiros anos de vida. Estudos mostram que, se exageradamente expostos a essas tecnologias, as crianças podem sofrer com problemas de deficit de atenção ou atrasos no aprendizado, por exemplo.

Outra possível consequência é propensão a obesidade. Estimativas apontam que crianças que têm aparelhos eletrônicos no quarto têm 30% a mais de chances de sofrer com problemas de peso.

Pesquisadores canadenses, apontam também que as crianças são mais sensíveis a radiação do que os adultos e por isso defendem que os produtos sejam considerados como “provavelmente cancerígenos” para elas.

Porém não há comprovação cabal de que o uso do celular e outros aparelhos estão relacionados ao aumento de câncer cerebral.

Comentários