Ciência

UFG apresenta projeto mundial que busca medicamento para combater o Zika Vírus

diario da manha
Foto: Reprodução/ Google Earth

A Universidade Federal de Goiás (UFG) lidera uma pesquisa para descobrir medicamentos voltados a pacientes com Zika Vírus. O lançamento do projeto Open Zika foi feito no Instituto de Patologia e Saúde Pública da instituição.

Por meio de programas de computador, uma triagem virtual vai testar a eficácia de substâncias a serem usadas no tratamento da doença. Segundo os responsáveis pelo estudo, a utilização da tecnologia possibilita a obtenção do medicamento em cinco anos.

Qualquer pessoa pode ser voluntária do projeto, acessando o site Open Zika. Mediante cadastro, é possível baixar o aplicativo que vai utilizar os recursos do computador ou do celular, quando não estiver em uso, para fazer os cálculos. Assim, serão feitas simulações computacionais para encontrar um medicamento para o Zika.

“Até mesmo usuários de smartphones Android podem utilizar seus dispositivos para rodar os cálculos quando estiverem inativos ou sendo recarregados. Não há mais razões para a população se sentir impotente na luta contra o Zika”, comunica o Open Zika.

Depois que os dados forem confrontados, serão feitos testes em animais e mais tarde em humanos, com a parceria da indústria farmacêutica. A Universidade Federal de Goiás coordena o projeto em conjunto com uma entidade filantrópica norte-americana, vinculada a uma empresa da área de tecnologia da informação.

Comentários