Brasil

Buscas por Lázaro Barbosa terá apoio da Força Nacional, diz secretário

Até o momento, trinta e quatro propriedades rurais de Goiás estão sendo ocupadas pelos agentes da polícia para evitar ações de Lázaro

diario da manha
Foto: Reprodução

A força-tarefa que já dura nove dias na tentativa de capturar Lázaro Barbosa, terá o reforço de 20 agentes da Força Nacional. A informação é do secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, que comanda a operação. Segundo ele, o Ministro da Justiça e Segurança Pública, o delegado Anderson Torres, ofereceu ajuda.

”O ministro Anderson Torres me ligou oferecendo 20 policiais da Força Nacional, que estão chegando para ajudar”, disse Rodney.

Composta por policiais militares, civis, bombeiros militares e peritos dos estados e do Distrito Federal, a força atua na preservação da ordem pública, segurança das pessoas e patrimônio, além de calamidades.

O secretário disse ainda que as estratégias de buscas pelo o suspeito, vão continuar e que nada vai mudar. ”Estamos chegando cada dia mais perto e vamos persistir”, afirma o secretário.

Ainda na manhã desta quinta-feira (17), o secretário disse que as fake news que estão circulando nas redes sociais, atrapalham a força-tarefa que vem sendo feita para prender Lázaro. Segundo ele, as informações são checadas pelas equipes, e muitas delas são falsas, e isso toma tempo dos agentes.

MACHISMO NO AUTOMOBILISMO

A polícia usa drones que detectam calor para tentar encontrar Lázaro, principalmente durante a noite. Cães e helicópteros também ajudam na na busca. 

Até o momento, trinta e quatro propriedades rurais de Goiás estão sendo ocupadas pelos agentes da polícia para evitar ações de Lázaro.

Críticas

Na última quarta-feira (16), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, disse que o suspeito faz ” quase como de bobos” os agentes de Goiás e Distrito Federal, que estão envolvidos na investigação.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, não gostou nada da declaração e usou suas redes sociais para rebater as críticas feita por Ibaneis.

”Que Ibaneis não se atreva a desrespeitar policiais goianos, os melhores do país, novamente. Não admito. Se ele trata policiais do DF com grosseria, minha solidariedade a eles. Em Goiás, a polícia é nosso orgulho”, disse Caiado em suas redes sociais.

A força-tarefa com mais de 200 policiais iniciou buscas em nova área, pela manhã desta quinta-feira (17). Três helicópteros sobrevoam a região em busca do suspeito, que está fugindo da polícia há nove dias. Equipes especializadas das polícias Civil e Militar também estão por terra a procura de Lázaro.

O posto de comando foi transferido pela segunda vez. Na manhã desta quinta-feira, a transferência será para uma escola do distrito de Girassol. A Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP) explicou que a mudança é para ter uma melhor estrutura para as equipes que trabalham na operação

tags:

Comentários